3661
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Waddy - Data: 10/03/2017 16:12

Exportação de cafés especiais da Ipanema Coffees supera 1,9 milhão de sacas

Pautada pela inovação constante, a Ipanema detém a marca do pioneirismo em várias frentes, desde a sua fundação, em 1969
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Exportação de cafés especiais da Ipanema Coffees supera 1,9 milhão de sacas

Produtos únicos e de altíssima qualidade fazem sucesso em redes internacionais como a Lawson, no Japão, que oferece o café da Ipanema em suas 12 mil lojas. Nos Estados Unidos a edição especial Ipanema Reserve Brazilian foi lançada pela rede americana Circle K em suas mais de 7 mil lojas em todo o país.

São Paulo, 9 de março de 2017 – Pioneira no Brasil na exportação de cafés especiais, a Ipanema Coffees completa 25 anos de presença no mercado externo, levando cafés de altíssima qualidade para 25 países e somando, ao final de 2016, mais de 1,9 milhão de sacas de 60 kg exportadas das três fazendas situadas nas cidades de Alfenas e Conceição do Rio Verde, no sul de Minas Gerais, que têm no total 14 milhões de pés plantados. Com base em processos fundamentados na inovação, que resultam em consistência na produção e na comercialização, a Ipanema tem desenvolvido relacionamentos de longo prazo com seus clientes. Assim, conquista cada vez mais os mercados da Europa e dos Estados Unidos, Inglaterra, Austrália, Rússia, Japão e Coreia do Sul, entre outros.

Entre as exportadoras do agronegócio brasileiro, a Ipanema tem se destacado. Na última edição do Anuário do Agronegócio, por exemplo, a Ipanema ocupou a 5a posição entre as melhores do setor na categoria “comércio exterior”, tendo à sua frente grandes empresas como a Seara, Cooxupé, Copersucar e Noble. “Esse reconhecimento certamente não é uma questão de tamanho”, afirma Washington Rodrigues, presidente da Ipanema Coffees. “Desde o início de nossas exportações, investimos no conceito tailor made aplicado não só a produtos mas a processos, o que significa gerenciar cada momento da produção, da colheita e do transporte, para garantir uma entrega única a cada cliente, sempre de um café de altíssima qualidade”, destaca Rodrigues. Em 2016, a empresa ultrapassou a marca de 100 mil sacas de cafés especiais exportados.

A excelência operacional desde o processo de manipulação do solo e de produção de água até a entrega, faz o sucesso do café da Ipanema também em redes de lojas como a da Bauducco, no Brasil, e Lawson e Nespresso, entre outras, no mercado internacional. A rede Lawson, no Japão, está entre as três maiores redes de lojas de conveniência do país. A proposta de oferecer ao consumidor o café fresco, tirado na hora, começou em 2011 com um teste em 100 lojas. A aceitação foi rápida e o excelente resultado do blend exclusivo criado para a Lawson permite à Ipanema comemorar, hoje, a marca expressiva de presença em 12 mil lojas em todo o Japão. No Natal de 2016, a rede lançou pela quarta vez consecutiva uma edição especial para presente com o selo Ipanema Yellow Bourbon.

O sabor especial do café Ipanema não tem contagiado apenas o paladar dos asiáticos. Nos Estados Unidos, este ano, a edição especial Ipanema Reserve Brazilian foi lançada pela rede americana Circle K em suas mais de 7 mil lojas em todo o país.

Pela Casa Sede da Ipanema, situada na Fazenda Conquista, circulam compradores de vários países, que ocupam a Sala de Provas para degustar os cafés especiais. “O mercado global de cafés especiais é alvo de forte concorrência e cada conquista depende de um jeito de fazer que contempla inúmeras variáveis como tecnologia, diversidade de produtos, processos, solo, altitude, equilíbrio em relação ao meio ambiente e, acima de tudo, uma tecnologia de gestão que garante a qualidade constante e a construção de relações de longo prazo com os clientes. Na Ipanema, não importa a quantidade comprada, o tratamento de excelência dado ao cliente é sempre o mesmo”, diz Rodrigues.

Pautada pela inovação constante, a Ipanema detém a marca do pioneirismo em várias frentes, desde a sua fundação, em 1969. Foi a primeira no mercado brasileiro de cafés especiais a fazer a segmentação dos blends. A linha de produtos é composta hoje pelo Reserve, Bourbon, Ouro Preto, Gourmet, Espresso, Conquista e Dulce.

A empresa foi pioneira também na conquista de certificações, como a obtida em 1997 – foi a primeira empresa brasileira a ser considerada produtora de cafés especiais para o mercado italiano, com certificação da CSC-Caffe Speciali. Em 2002, foi também a primeira a ser certificada pelo Código EUREPGAP e Código UTZ Kapeh, certificação global na produção de café sustentável. Em 2003, foi a primeira empresa sul-americana a ser certificada pelo programa Starbucks de Fornecedores Preferenciais (Preferred Supliers Program, depois nomeado C.A.F.E. Practices) tornando-se fornecedora estratégica da Starbucks.

Em 2004, após um processo rigoroso de auditoria conduzido pelo Imaflora (Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola), a Ipanema conquistou a certificação Rainforest Alliance Certified, que tem como principal objetivo preservar e restaurar florestas nativas e proteger e recuperar nascentes e matas ciliares das propriedades certificadas. A criação de corredores verdes entre as áreas de reserva florestal permite que os animais selvagens transitem livremente nas fazendas. Em 2011, foi a vez da certificação AAA Ecolaboration, para qualidade rigorosa e padrões de produção sustentáveis, que permitiu à Ipanema tornar-se fornecedora da Nespresso.

Sobre a Ipanema Coffees

Fundada em 1969, a Ipanema Coffees está entre as mais reconhecidas produtoras de cafés especiais do mercado internacional, com atuação pautada pela inovação, relações de longo prazo e consistência na produção e comercialização de cafés especiais. Com 14 milhões de pés plantados em três fazendas no sul de Minas Gerais – Rio Verde, Conquista e Capoeirinha –, a Ipanema conta com sete labels – Reserve, Bourbon, Ouro Preto, Gourmet, Espresso, Conquista e Dulce – e inúmeras possibilidades oferecidas pelos terroirs, personalizando produtos e soluções únicas de embalagem e rastreabilidade para cada cliente.

Técnicas e equipamentos inovadores aprimoram continuamente processos e produtos para levar o melhor ao mercado externo. Todas as etapas do processo de produção garantem a mais alta qualidade: nível ideal de maturação da cereja, tipo de colheita, classificação dos lotes, carregamento de contêineres e remessa para clientes finais. Microlotes e misturas exclusivas ganham vida a partir do monitoramento da qualidade do grão em cada secador e da avaliação cuidadosa do perfil de aparência e de sabor dos cafés. Com o Instituto Ipanema, a empresa orienta, promove e implementa programas sociais e ambientais em duas áreas principais de atuação: pessoas e meio ambiente.

http://www.ipanemacoffees.com.br/

  • Escrito por  Printec Comunicação 
  • Publicado no www.segs.com.br

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]