492
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 16/04/2018 08:49

Cooxupé analisa cafeicultura com otimismo para 2018

Cooxupé espera uma safra de qualidade para 2018 (Foto: Divulgação)
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Cooxupé analisa cafeicultura com otimismo para 2018

Mesmo diante de um ano de eleições e de um cenário político indefinido, a Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé analisa, neste período em que se comemora o Dia Mundial do Café (14 de abril), que 2018 será um ano mais otimista para a cafeicultura em geral. Uma safra de qualidade está sendo esperada pela Cooxupé, afirmam o presidente Carlos Paulino e o vice-presidente Carlos Augusto Rodrigues de Melo. A data ainda é comemorada pela empresa com a devolução de R$ 29,4 milhões aos cooperados, fruto dos resultados obtidos na gestão 2017.

O otimismo da Cooxupé também vem pela estabilidade financeira que os cooperados – instalados nas regiões do Sul de Minas, cerrado mineiro e média mogiana do estado de São Paulo – estão apresentando. "O segmento café como um todo enfrentou problemas em 2017, mas nossos produtores estiveram mais preparados tecnicamente tanto pelas condições financeiras quanto pela sua segurança em relação à produção", diz Carlos Augusto. "Nossa cooperativa está bem e estabilizada financeiramente, o que nos dá condições de oferecer suporte ao produtor para ele ganhar mais eficiência e elevar a produtividade, como é o caso das sobras (R$ 29,4 mi) que devolveremos aos nossos associados na próxima semana. Nosso cooperado está investindo na qualidade da lavoura e do café, o que certamente nos apresentará uma safra diferenciada", completa Carlos Paulino. Para ambos, 2018 não será um ano de supersafra como algumas estimativas do mercado apontaram, mas será um ano de boa colheita. "Em nossa área de ação os frutos já estão nas árvores. Estamos aguardando o colhimento para apurar a qualidade, que acreditamos ser boa neste ano", acrescentam.

Para o produtor de café, Carlos Augusto reforça a importância da gestão dentro e fora da propriedade. "Tendo uma administração planejada e estratégica é possível enfrentar as condições adversas que eventualmente possam vir. Uma gestão racional é muito importante e não pode ser ignorada pelo produtor", diz. Já em relação ao preço do café, Paulino afirma que os preços não condizem com a realidade dos custos de produção. "Apesar dos fundamentos serem positivos, acreditamos que somente uma variação climática atípica pode trazer uma reação", pontua Paulino. A Cooxupé possui mais de 14 mil cooperados. A sede da cooperativa está instalada na cidade de Guaxupé/MG.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]