702
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 04/04/2019 10:46

Mais de 1.700 produtores de café buscam inovações na 4ª Feira do Cerrado da Cooxupé

Presidente da Cooxupé, Carlos Augusto Rodrigues de Melo, destaca aos cooperados a importância da redução de custos, durante a abertura da Feira
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Mais de 1.700 produtores de café buscam inovações na 4ª Feira do Cerrado da Cooxupé

No primeiro dia da Feira do Cerrado, promovida pela Cooxupé no município de Coromandel (MG), mais de 1.700 produtores de café do Triângulo Mineiro e do Alto Paranaíba passaram pelo evento em busca de tecnologias e inovações para gerar mais eficiência na lavoura e reduzir os custos de produção. São mais de 60 empresas do agronegócio brasileiro presentes expondo diversos produtos que propõem facilitar a vida do homem do campo.

Os aplicativos são exemplos que estão ganhando cada vez mais a confiança dos produtores. Um expositor fabricante de insumos agrícolas explica que o APP desenvolvido pela empresa aposta em conhecimento. "A ferramenta digital facilita ao produtor o acesso a informações do nosso segmento, encontrando soluções em períodos cada vez mais curtos", explica Afonso Celso Ferreira.

Secadores de café inseridos no contexto da tecnologia digital também são encontrados na Feira. São os termostatos que controlam a alimentação de palha na fornalha e a temperatura em diferentes momentos durante a secagem, emitindo sinal sonoro diante de uma imprevisibilidade. "O termômetro permite que o trabalhador fique mais à vontade para fazer outras atividades. Se algo sair errado a sirene vai soar. Tecnologia que também ajuda o produtor a não perder a qualidade do grão", diz o supervisor de vendas Luíz Gustavo Acetti.

Outra empresa expositora está apresentando uma inovação para os aparelhos medidores de umidade. Trata-se de uma versão em que o produtor de café pode fazer as atualizações necessárias de forma remota pela internet, cumprindo com a manutenção necessária da tecnologia.

Pela primeira vez na Feira do Cerrado, o uso de Mulching na cafeicultura foi apresentado. Trata-se de uma lona de filme plástico que cobre o solo, apresentando entre os resultados a redução de custos com capinas e aplicações de herbicidas.

Outro produto em nova versão é a bomba roda d"água, que neste caso não utiliza energia elétrica e nenhum tipo de combustível para puxar o recurso hídrico. Apenas o excesso da água dos açudes cai na roda. Ao girar, jatos de água podem ser disparados por até 10 quilômetros ou a 250 metros de altura. Para o produtor, facilita a captação de água ou mesmo a irrigação da lavoura.

Na Feira, os cooperados da Cooxupé encontram a possibilidade de pagamento utilizando o seu café como moeda de troca, a operação barter. "É importante que os produtores acompanhem as evoluções da tecnologia para que tenham a oportunidade de reduzir os custos de produção em suas propriedades. Isto é muito importante, principalmente nos momentos em que o mercado de café não apresente preços favoráveis", destaca o presidente da Cooxupé, Carlos Augusto Rodrigues de Melo. A Feira do Cerrado acontece até esta quinta-feira, 04 de abril, no Núcleo da Cooxupé em Coromandel. A entrada é gratuita.

Serviço 
4ª Feira do Cerrado – Feira de Máquinas, Implementos e Insumos Agrícolas
Data: 3 e 4 de abril, das 08h00 às 18h00
Endereço: Rua João Vieira, 226, Bairro A Sagrada Família | Núcleo Cooxupé

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]