5118
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Aline - Data: 27/03/2017 15:58

Bairro Bela Vista recebe mutirão de limpeza

A ação que teve início no sábado, dia 25 vai se estender até o dia 1º de abril
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Bairro Bela Vista recebe mutirão de limpeza

A Prefeitura de Guaxupé, visando combater doenças causadas pelo mosquito Aedes aegypti e ajudar a população na remoção de sucatas, móveis velhos e outros materiais, iniciou o mutirão de limpeza no bairro Bela Vista. A ação que terá sua segunda parte executada no próximo sábado, dia 1º de abril, próximo sábado, conta com a equipe da Secretaria de Obras e os agentes de endemia da Secretaria Municipal de Saúde que orientam os moradores e fazem a retirada dos materiais. Em seguida, outros bairros receberão o mutirão para a limpeza e prevenção.

Dezenas de caminhões foram carregadas com os mais diversos tipos de materiais que foram desde geladeira sucateada, banco de automóvel a latas e madeiras. Tudo isso estava depositado de maneira inadequada nos quintais das residências.

De acordo com Elina Costa, Secretária Municipal de Saúde, estes materiais são potenciais criadouros do mosquito Aedes: “Quando estes materiais ficam nos quintais, sem nenhum cuidado, acabam recebendo a água da chuva e virando verdadeiros criadouros do mosquito que traz doenças como dengue, zika e chikungunya. Portanto, a Prefeitura, numa ação conjunta entre Saúde e Obras, deu início nos mutirões de limpeza pelos bairros e o primeiro a receber toda a equipe é o Bela Vista”.

A Vigilância em Saúde considera este período do ano como crítico para a proliferação do Aedes aegypti e ações de combate ao mosquito são necessárias, embora Guaxupé esteja sob controle. O último Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa), realizado no período de 06 a 08 de março apresentou o índice de infestação predial (IIP) de 1,9%. O resultado coloca o município na faixa amarela, que representa médio risco para ocorrência da doença. O índice é considerado dentro do previsto sazonal pelo Ministério da Saúde quando está abaixo entre 1% a 4% de larvas do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]