299
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 24/05/2018 14:58

Postos que elevaram preço do combustível sem justificativa serão penalizados

Estabelecimentos foram visitados pelo Procon após denúncia de acréscimo abusivo, entre a noite de ontem e o dia de hoje; postos, a partir das 13h desta quinta, 24, praticamente estão sem produtos para oferecer aos clientes em Guaxupé
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Postos que elevaram preço do combustível sem justificativa serão penalizados

Todos os postos de combustíveis em Guaxupé foram notificados pelo Procon, entre esta noite de quarta-feira, 23 de maio, e o dia de hoje, por conta de eventuais reajustes promovidos na gasolina, o etanol e o diesel, em virtude da crise de abastecimento, consequência da paralisação das atividades dos caminhoneiros, em praticamente todo o País. A intervenção do referido órgão de defesa ao consumidor ocorreu em atendimento às denúncias de que os produtos tiveram altas estrondosas, recebida com espanto por parte dos consumidores.

As intervenções do Procon foram consequência de denúncias populares, haja vista que a gasolina subiu de R$ 4,70 para até R$ 5,45, tendo o fato sido apontado como abusivo por parte dos clientes: “Recebemos várias ligações e também fomos acionados pelas redes sociais. Nossa equipe visitou todos os postos de combustíveis da cidade orientando que o aumento sem justa causa é considerado crime contra ordem econômica. Houve notificações e caso haja insistência no valor considerado abusivo, passaremos à multa”, disse Maria Amélia Chueiri, coordenadora do Procon em Guaxupé.

Após advertir os donos dos postos, o Procon tomará providências, a fim de constatar se os reajustes descumpriram ou não o Código de Defesa do Consumidor: “Naqueles postos que ficaram constatados o aumento, os proprietários foram orientados a voltar o valor como estava antes. Isso foi feito em nossa presença! Agora cabe a população nos ajudar a fiscalizar que estes preços não subam exorbitantemente como constatamos”, falou Maria Amélia. O Jornal JOGO SÉRIO visitou postos de combustíveis em Guaxupé, onde foram praticados reajustes, mas nenhum quis manifestar-se. Após a turbulência, o valor médio da gasolina em Guaxupé, nesta quinta, foi de R$ 4,70, embora o produto (e também o álcool) encontre-se já praticamente esgotado, com os postos encerrando as atividades.

 

A PARALISAÇÃO

Conforme o Jornal JOGO SÉRIO tem noticiado desde esta segunda-feira, 21 de maio, caminhoneiros em várias regiões do País suspenderam as atividades em protesto contra o alto preço do diesel, além dos pedágios e as más condições de trabalho. Desde então, as margens das rodovias têm sido ocupadas por motoristas, cuja atitude tem ganhado cada dia mais adesão e, nas últimas horas, encontram apoio em outras classes, como motoristas de vans, que nesta manhã de quinta-feira, em Guaxupé, fizeram carreata de protesto (produtores rurais também marcharam com maquinários para o Trevo do Japy, onde declararam a solidariedade aos profissionais da estrada. Em meio a tudo isto, postos de combustíveis, supermercados, drogarias e outros tipos de comercio, indústria e prestadores de serviços vão ficando sem matéria-prima e produtos para atender ao consumidor final. Na outra ponta da linha, o governo federal mantém-se reunido com suas equipes, a fim de encontrar uma solução, haja vista que o protesto nacional está cada dia mais organizado e ciente do que quer.

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]