1701
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 12/09/2019 11:24

Mutuários que mentiram são obrigados a devolver casas no "Monte Verde"

A decisão, tomada após investigação, com os apoios do Judiciário e da Caixa, promoverá uma verdadeira justiça social, já que cidadãos realmente necessitados foram prejudicados por pessoas descompromissadas com a verdade
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Mutuários  que mentiram são obrigados a devolver casas no

Seis pessoas contempladas com casas próprias no Residencial Monte Verde, em Guaxupé, tiveram que devolver os imóveis financiados por meio do programa "Minha Casa, Minha Vida", do governo federal, viabilizado no Município em parceria com a Prefeitura. A notícia, divulgada nesta quinta-feira, 12 de setembro, vai ao encontro da chamada justiça social, onde gente supostamente de má fé utilizou de métodos ilegais para adquirir moradias.
As devoluções foram efetivadas após uma série de investigações feitas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, com os apoios de forças de segurança pública, assim como a própria Caixa e o Poder Judiciário. “O Programa é bastante claro: é dar moradia para quem precisa, de fato, de moradia! Infelizmente, algumas pessoas apresentaram documentação, passaram pelo sorteio e quando contempladas com as casas, acabaram alugando, já que possuíam outras para morar. Isso, o "Minha Casa, Minha Vida" não permite e, portanto, essas pessoas acabaram perdendo a casa e passamos para aquelas que estavam na lista de espera”, explicou Claudinei.
De acordo com o secretário municipal, as investigações que encontram-se em andamento, dão conta, ainda, de outros casos: “Dados conflituosos em desacordo com a informação do cadastro, como, por exemplo, encontramos casais que informavam estado civil de solteiros, são possuidores de casas ou lotes com contrato informal e pessoas que não pagaram as parcelas”, informou o secretário, evidentemente decepcionado, já que em março último ele e o prefeito Jarbas Correa Filho (Jarbinhas) entregaram cento e oitenta moradias a pessoas que, até então, realizarima o sonho da casa própria. Entre elas, no entanto, algumas tentaram ludibriar o sistema, mas estão sendo descobertas e, agora, pagarão pelos atos ilícitos.
Segundo Claudinei, o processo é feito de maneira transparente, podendo ser acompanhado por todos, desde a inscrição à divulgação dos nomes aptos, os sorteios e a entrega das casas: “Prezamos por fazer o processo na maior transparência e não admitiremos que documentação falsa ou qualquer coisa deste tipo. As casas foram construídas para quem realmente tem necessidade de uma casa própria e está no CadÚnico do Social. Uma forma de dar dignidade a esta pessoa ou família", concluiu o sercretário, que por estes dias trabalha pela liberação de mais 279 casas, localizadas no Residencial Vale Verde, que fica no Bom Jardim.

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: jornaljogoserio@gmail.com / ojogoserio@yahoo.com.br.