1661
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 19/03/2019 09:57

Bilheterias esgotadas em todas as apresentações de "Circus - o espetáculo não pode parar"

Peça foi exibida neste fim de semana, no Teatro Arlete Souza Mendes, com elenco cuja maioria são alunos da entidade beneficiada com mais este trabalho artístico-beneficente
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Bilheterias esgotadas em todas as apresentações de

A peça “Circus – o espetáculo não pode parar!” foi responsável por esgotar as bilheterias das três sessões exibidas neste fim de semana, no Teatro Arlete Souza Mendes, em Guaxupé. Protagonizado por um elenco cuja maioria tratou-se de alunos da Casa da Criança, o evento confirmou o talento daqueles pequeninos, que foram orientados pela equipe de docentes e administradores da entidade. Donos de performances cativantes, os artistas realizaram mais um sonho que nasceu nas dependências da instituição, onde a arte é desenvolvida de diferentes maneiras, por meio de oficinas pedagógicas. Sempre prejudicada com a série de problemas orçamentários, a direção da “Casa” aproveitou o carisma junto ao grande público para amenizar o déficit de sua receita, com as vendas de ingressos.

Circus foi apresentado nos últimos dias 15, 16 e 17, com todos os bilhetes comercializados, o que deixou os organizadores muito felizes: “Nossa, para nós foi uma resposta muito boa da sociedade, de que confiam e gostam de nosso trabalho”, comentou a coordenadora da Casa da Criança, Amanda Souza, que trabalhou nos bastidores junto à extensa equipe, conduzida pela professora de artes, Marta Ferrari Paiva. Além dela, atuaram com “staff” os professores Gilson, Karen, Ana Maria e Mariléa, os quais foram auxiliados por diretores, funcionários da Casa e voluntários.

Talentosos e muito bem organizados, os artistas exibiram espetáculo de alto nível, com cenário, figurino e tema harmônicos ao extremo: “Eu nem sei o quanto fiquei feliz por ter participado, pois está sendo uma honra sem fim atuar. Agradeço muito à professora Marta e todos os meus amigos da Casa da Criança”, comentou o artista Alex Costa, que foi convidado para compor o elenco e destacou a importância da experiência em sua vida. O menino, que ficou famoso como sendo o “repórter mirim de Guaxupé”, realiza um trabalho jornalístico com ênfase ao apoio social às mais variadas classes. Entre os espectadores, a iniciativa da Casa da Criança foi muito bem recebida: “Eu aplaudi até não aguentar mais, pois estas crianças se mostraram artistas de ótima qualidade. Amo a Casa da Criança!”, ressaltou a dona de casa Estela Maria. “Eu fiquei emocionado ao fotografar cada cena. Para mim, foi um prazer contribuir”, complementou o fotógrafo profissional, Luiz Paulo de Moraes.

“Circus – o espetáculo não pode parar” foi preparado durante um mês e meio de ensaio. Baseada num roteiro que mesclou números de dança com temas circenses, dentro de uma história cujo objetivo foi valorizar as variadas expressões artísticas, a peça foi o resultado das oficinas artístico-pedagógicas desenvolvidas na Casa da Criança, por profissionais do quadro pessoal ou voluntários. Ainda sobre o voluntariado, o vereador e professor Francis Osmar da Silva exibiu números circenses no foyer do Teatro Municipal antes de casa apresentação: “É uma prática que eu sempre fiz, antes com os próprios meninos da Casa da Criança, mas precisei dar um tempo para tocar outros projetos. Agora, aos poucos, volto a fazer uma das coisas que mais gosto, que é a arte junto das crianças”, disse Francis, que é ex-aluno da Casa da Criança, onde viveu por cerca de dez anos

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]