231
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 21/06/2019 08:57

Espetáculos do "Tramas & Dramas" encerram o "Filhos da Terra", do "2º Guaxupé Café Festival"

Tramas & Dramas: "Em tempos sombrios, através da Arte nos lembramos de que somos capazes, de existir, resistir e re-(e)xistir, através dela"
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Espetáculos do

A Associação Artística e Cultural Tramas e Dramas participou ativamente do Festival Filhos da Terra, dentro da programação do 2° Guaxupé Café Festival. Receberam apoio cultural da Associação Tramas e Dramas quatro espetáculos e uma exposição de desenhos. O espetáculo “Mineiridades”, apresentado pelo Grupo Sarx, mantido pela Associação, com Direção de Vanessa e Valéria Marques, homenageou poetas guaxupeanos com poesias de Elias José e de Antonio Claret Marques.
Através de coreografias e representações, o Grupo Sarx lembrou a história, mostrou o cotidiano e as últimas tragédias ocorridas com o rompimento de barragens no Estado de Minas Gerais. As apresentações ocorreram nos dias 11 e 13 p.p., no Teatro Municipal. A primeira exposição individual de Helena Marques, “Linhas Geraes” retratou os casarões e casarios das fazendas de café da nossa cidade através de desenhos digitais e esteve aberta a visitações no período de 11 a 16 de junho, no foyer do Teatro Municipal de Guaxupé.
Nessa semana, os guaxupeano poderão assistir às últimas apresentações de três espetáculos: “Escuto Histórias de Amor”, “Minha Infância Querida” e “Boi Ronceiro”. “Escuto Histórias de Amor”, encenado pelo Grupo Dona Rosa, com Direção de Pedro Caetano Simões, fez a abertura do Festival Filhos da Terra no dia 10 de junho.
O espetáculo leva para o palco histórias de amor recolhidas em espaços públicos de Guaxupé pelos alunos do curso de teatro da Associação, que compõem o Grupo Dona Rosa. É um espetáculo leve e sensível, com pitadas de humor, que fará sua última apresentação no próximo dia 20 de junho, às 20hs, no Teatro Municipal.
“Minha Infância Querida” é de autoria de Maria Clara Machado, escritora mineira, com Direção de Juliano Canal, artista residente da Associação. A peça, voltada para o público infantojuvenil, aborda as relações entre jovens estudantes, principalmente nas suas diferenças. Para essa montagem, a Associação Tramas e Dramas criou o Coletivo Re-(e)xistência.
“Minha Infância Querida” fará sua última apresentação no próximo dia 23 de junho, às 19hs, encerrando o Festival Filhos da Terra.
No dia 22 de junho, às 20hs, haverá a última apresentação da peça intitulada “Boi Ronceiro” com texto de Ricardo Inhan e Direção de Juliano Canal, encenada pelo Grupo Tramas e
Dramas. O Grupo Tramas e Dramas, com esse espetáculo, homenageia esse jovem premiado dramaturgo e roteirista guaxupeano. “Boi Ronceiro” se passa numa única noite e apresenta o drama de três personagens que se reúnem por causa do suicídio do dono da fazenda, pai de um deles. É uma história de suspense psicológico de tirar o fôlego.
A Associação Tramas e Dramas agradece o patrocínio da Prefeitura Municipal de Guaxupé e a equipe da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo, responsável pela produção do Festival Filhos da Terra/Guaxupé Café Festival. Em tempos sombrios, através da Arte nos lembramos de que somos capazes, de existir, resistir e re-(e)xistir, através dela.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]