120
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 30/09/2019 17:14

Escritores da FATI Livros homenageiam memórias de mestres ausentes

Após a solenidade, os autores receberam aos convidados com autógrafos
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis

Frequentadores da oficina de livros da Faculdade Aberta da Terceira Idade, mantida pelo Centro Universitário da Fundação Educacional Guaxupé, homenagearam as memórias dos professores José Lázaro de Souza, Moacyr Costa Ferreira e Silvinha Elias. O gesto aconteceu nesta noite de sexta-feira, 27 de setembro, durante a exibição do evento "Fati Talentos 2019", ocorrido no Teatro Municipal Arlete Souza Mendes. Numa demonstração de reconhecimento e amor, os autores de crônicas do livro "Reencontros e Emoções", que foi lançado naquela ocasião, externaram seu reconhecimento aos mestres com quem tanto aprenderam.
A homenagem foi conduzida pela professora Adriana Carvalho dos Santos, dirigente da FATI, que apresentou aos autores das crônicas de "Reencontros...", os quais têm como professora a doutora Elisabeth Brochelman de Faria. Em local de destaque, cada um dos escritores declamou um poema em favor das memórias do ex-reitor Zé Lázaro, o profesor Moacyr e a inesquecível Silvinha. "Foram momentos de grande amizade, que a gente nunca se esquecerá", disse Maria Cecília Leite Ribeiro, que escreveu poesia para Silvinha."Não estamos à altura, mas nos sentimos todos muito honrados com a oportunidade", comentou Vicente Silvério Marques, que leu texto sobre professor Moacyr. "Zé Lázaro estará sempre em nossos corações, pois nos mostrou lições de humildade e fé o tempo todo", complementou Sebastiana Maria da Silva, autora de conteúdo para o ex-reitor das escolas da FUNDEG.

Amor, prece e sintonia eterna
Convidada para subir ao palco, a empresária Estela Maia, viúva e companheira de sempre do professor José Lázaro, agradeceu: "É emocionante receber, de vocês, mais esta demonstração de carinho. Em inúmeras vezes, o Zé Lázaro falou da FATI com muito amor e respeito. Sempre contava do carinho de vocês para com ele, das oficinas, a dedicação e tudo o mais. Como vocês, sinto uma saudade imensurável dele, mas temos de agradecer a Deus por termos convivido com ele. Eu aprendi o verdadeiro amor, que é o resumo de humildade, generosidade, transparência e outros sentimentos nobres. Podemos estar em sintonia com ele ainda, em orações, pedindo a Deus e Nossa Senhora que ele continue em paz", disse a viúva e companheira de sempre, Estela Maia, presente ao local com o filho, o jornalista Marcos Emanuel, também bastante emocionado.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]