1207
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 10/08/2017 17:14

Direção do Unifeg preside aula inaugural do curso de Psicologia

A professora coordenadora, Juliana Tussi; o reitor Reginaldo Arthus e o pró-reitor acadêmico do Unifeg, professor Tataio, durante a aula inaugural da Psicologia/Unifeg
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Direção do Unifeg preside aula inaugural do curso de Psicologia

A aula inaugural do curso de Psicologia pelo Centro Universitário da Fundação Educacional Guaxupé foi realizada com sucesso na noite desta quarta-feira, 9 de agosto, no Auditório Elias José, com direção do reitor das escolas da FUNDEG, professor doutor Reginaldo Arthus, e participação expressiva de acadêmicos, membros da direção e do corpo docente. Implantada em junho último, a referida graduação está entre as conquistas do “novo Unifeg”, onde a expansão tem sido constante e os resultados beneficiam a cidade e região. Aprovado com honrarias pelo MEC e já apontado como um dos mais promissores, o novo curso foi iniciado neste mês, sendo que a direção da escola agora vai ao encontro da concretização da Medicina.

A atividade especial contou com mesa diretora ocupada pelo reitor Arthus, o pró-reitor acadêmico, Antônio Carlos Pereira (Tataio) e a coordenadora da Psicologia/Unifeg, professora doutora Juliana Setem Tussi. Com eles, acadêmicos classificados no vestibular realizado em junho último vivenciaram a concretização de um estimado projeto: “Nós tínhamos um sonho antigo, uma motivação muito especial, por implantar o curso de Psicologia em nosso Centro Universitário. Este curso foi pensado ao longo de dois anos, depois teve uma tramitação junto ao Ministério da Educação, obteve a nota máxima possível para ser implantado e isto fez com que toda a comunidade da região pudesse demandar a oportunidade de fazer o vestibular e estar entre nós”, informou dr. Arthus.

Declaradamente favorável à implantação da Psicologia, o reitor do Unifeg conduziu a aula inaugural, tendo externado seu apreço pela área em questão: “Nós hoje entregamos esta realidade, nesta aula de inauguração do contato com a reitoria, junto aos alunos do curso. Eu, particularmente, sempre fui uma pessoa que acredita que a formação do profissional psicólogo transcende a civilidade necessária que o povo brasileiro há tanto tempo espera. É a descoberta de um profissional tão importante, que passa a compreender o afeto, a consciência, a mente humana, as insígnias do inconsciente e, enfim, tudo aquilo que possa produzir novas relações de sociabilidade, solidariedade humana, compreensão humana, que é aquilo que caracteriza, propriamente, o homem. O curso de Psicologia é, essencialmente, aquilo que esculpe o melhor corpo, consciência e alma humana”, manifestou-se o dirigente.

Pela segunda vez na direção das escolas da FUNDEG, o reitor lembrou o saudoso amigo, padre Antônio Roberto Ezaú dos Santos, com o qual Arthus iniciou o credenciamento do UNIFEG, até então faculdades isoladas FAFIG e FACEG: “Eu tinha um embate com nosso querido padre Ezaú, do qual tenho muita saudade. Ele, naquele momento, compreendia que a cidade necessitava do curso de Direito. Eu, por outro lado, dizia que o grande processo civilizatório para esta região do café, que já é desenvolvida, economicamente, no Brasil e no Sudoeste de Minas, era apoiar a área da Saúde. Mas, acho que ele estava certo,  pois naquele momento, talvez, o Unifeg não tivesse um público amadurecido que aclamasse tanto por um curso de Psicologia. Não tínhamos uma série de legislações que exigem, hoje, o cuidado com a saúde mental. Então, o padre Ezaú, naquele caráter visionário e profético, acertou naquele momento. Hoje, inaugurando o curso de Psicologia, digo que lutei naquele momento, mas depois, quando deixei Guaxupé, nos idos de 2005, 06, de fato deixei de vislumbrar esta perspectiva, pois também minhas condições objetivas e de vida se deram fora daqui. Mas, tão logo retornei para cá, a primeira iniciativa que trouxe para junto de mim foi fazer o rejuvenescimento desta Fundação Educacional e o primeiro curso, regulado pelo MEC, que gostaria de ver implantado por aqui, antes da Medicina, era o curso de Psicologia”, comentou Arthus.

 

Ótimas expectativas!!!

Entre professores e alunos, na aula inaugural, as expectativas foram as melhores: “Eu escolhi o curso de Psicologia pela questão da carreira profissional. Conforme o próprio reitor disse, há uma escassez na área e, então, acho que pode ser uma boa oportunidade para ingresso à carreira profissional”, disse Leonardo Bevilacqua de Almeida. “Gostaria de dizer que nossa turma já começa com uma quantidade razoável de alunos, os quais têm expectativa muito boa sobre o curso, que sempre sonharam e aguardavam, há algum tempo, essa oportunidade. Ao longo dos períodos, os alunos encontrarão profissionais de excelente qualidade, com os quais trabalharão em sala de aula e nas aulas práticas. Encontrarão, ainda, estágios desde o primeiro semestre do curso, que está todo estruturado com uma biblioteca muito importante dentro da Psicologia, além de laboratórios que darão conta desta demanda. Então, estou muito feliz por participar deste momento histórico do Centro Universitário”, complementou a coordenadora do curso, professora Juliana Setem Tussi.  

LEIA TAMBÉM: Unifeg implanta curso de Psicologia e já marca vestibular para 18 de junho

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]