519
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 14/12/2017 09:07

Alunos de escolas municipais são premiados em concurso de combate à dengue

Estudantes, professores, dirigentes, familiares dos agraciados, membros da Prefeitura e da Câmara participaram do evento
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Alunos de escolas municipais são premiados em concurso de combate à dengue

Alunos de nove escolas municipais, em Guaxupé, foram premiados nesta segunda-feira, 11 de dezembro, no auditório da Secretaria de Educação da Prefeitura. Isto, por conta de suas participações no “1º Concurso de Frases de Combate ao Aedes aegypti”, o qual foi organizado pelas áreas de Saúde e Educação da Prefeitura, com organização do setor de comunicação social. Na cerimônia de entrega de prêmios, estudantes, seus professores, dirigentes das escolas e os pais das crianças confirmaram o apoio do poder público a iniciativas que vão ao encontro do desenvolvimento social, como um todo.

A tarde especial de condecorações foi dirigida pelo assessor de comunicação, Paulo Rogério Leite Ribeiro. Um a um, ele apresentou cada participante, assim como a frase construída. Entre eles, a jovem Stéfany Cristini de Souza, da Escola José de Sá, foi a grande vencedora, com a frase: “Dengue é um caso sério. Combater o mosquito não tem mistério”. Sua obra, muito aplaudida naquela ocasião, já foi inserida na peça principal da campanha de combate à dengue de 2018. “Nem sei o que dizer, pois estou muito emocionada e orgulhosa. Agradeço minha família, que sempre me apoia, assim como aos professores e a Prefeitura, pela oportunidade”, disse a menina.

Além de Stéfany, foram premiados (com medalhas e brindes): Polyany Stéfani Pereira, da Escola Dona Olympia Leite Ribeiro, com a frase “Não brinque com a dengue, pois ela não está de brincadeira com você”; André Marcos Mutton, do Coronel Antônio Costa Monteiro, com “Não deixe o mosquito entrar no seu lar. Vamos eliminá-lo para o mundo salvar”; André Vieira Trindade, do CIEG, com “É melhor se prevenir para o mosquito não agir. É melhor olhar para o lado para você não ser picado”; Isabelly Luise Máximo, do Barão de Guaxupé, com “Três pra cá e três pra lá. A dengue não vai me pegar! Prevenindo, ela não vai me matar e depois um café eu vou tomar para me acalmar”; Maria Luiza Prata de Oliveira, do Delfim Moreira, com “Aedes aegypti: um nome complicado que pode complicar a sua saúde. Não deixe água parada!”; Lais Mirian da Silva, da Escola Municipal Olimpia Felippe da Silva, com “Dengue: menos mosquito, mais vida!”; Vitória Kétlen Silva Azevedo, do Dr. Carlos de Souza Ribeiro, com “Tampe o que tem água. Limpe a que está parada! Você vai agradecer por não ter contraído nada.”; e Matheus Goulart Fornari, do Caic, com “Com limpeza teremos menos dengue e mais saúde”.

Realizados por alunos do 5º ano, os trabalhos apresentados no concurso foram avaliados pelo Comitê Municipal de Saúde Pública. De acordo Elina Costa, secretária de Saúde, os alunos são de fundamental importância para o combate ao mosquito Aedes, já que são multiplicadores de informação: “Quando temos a oportunidade de trabalhar com as crianças, através de ações dentro das escolas, isso se torna ainda melhor”, comentou a secretária. “No ano passado, trabalhamos também com a Secretaria de Saúde sobre os agentes mirins de vetores e, neste ano, o ‘1º Concurso de Frases. Com certeza foi um grande sucesso”, argumentou Sandra Costa, secretária de Educação. “Eu, que vim de uma infância difícil, sei o valor da Educação, pois na Casa da Criança aprendi a respeitar as pessoas e principalmente que o conhecimento é fator transformador. Por isto, estou honrado por apoiar este evento”, disse o vereador Francis Osmar da Silva, único representante do Legislativo local presente ao evento. “A Educação não é o primeiro passo para a evolução social. Ela é o único! Portanto, nosso governo não medirá jamais esforços para promover o saber”, complementou Artur Fernandes Gonçalves Filho – Arturzinho, das secretarias de Defesa Social, Governo e Planejamento, que representou o prefeito Jarbas Corrêa Filho – Jarbinhas, na ocasião.

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]