2521
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 14/09/2018 17:48

Professoras guaxupeanas são destaque no "11º Prêmio Professores do Brasil"

As duas professoras foram reconhecidas pelo MEC em virtude do amor e a dedicação para com a profissão escolhida
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Professoras guaxupeanas são destaque no

As professoras guaxupeanas Maria Beatriz Emídio, da Creche Centenário, e Maria Lúcia Cruvinel Vasconcelos, da Pré-Escola Professora Thereza Buffoni, foram destaques do “11º Prêmio Professores do Brasil”, promovido pelo Ministério da Educação e Cultura, com o objetivo de valorizar o trabalho de educadores de escolas públicas com contribuição para a melhoria do processo de ensino/aprendizagem, desenvolvido em sala de aula. As docentes locais concorreram no concurso com mais de quatro mil inscritas.

As duas professoras foram reconhecidas pelo MEC em virtude do amor e a dedicação para com a profissão escolhida. Eleitas entre as autoras de práticas pedagógicas muito bem sucedidas, desenvolvida com seus públicos-alvos, as duas profissionais representaram a rede pública municipal de ensino: “Foi com muito carinho que nós, da equipe EMEI Professora Thereza Buffoni, recebemos a honra de ser destaque estadual nesta premiação que envolveu todas as escolas do estado de Minas Gerais. No início do ano letivo 2018 documentamos, dentro das normas estabelecidas pelo MEC, um dos trabalhos desenvolvidos em 2017 por toda a rede municipal de Guaxupé, mas com ênfase no projeto investigativo da turma de 2º período integral”, detalhou Maria Lúcia. “A participação no Prêmio Professores do Brasil, além de enriquecer minha prática pedagógica, me motiva, pois amor e dedicação pela profissão são indispensáveis, mas o reconhecimento no meu primeiro projeto como professora faz com que eu acredite cada vez mais no trabalho que realizo. O prêmio proporciona visibilidade às boas práticas que rede municipal de Guaxupé realiza”, relatou a professora Maria Beatriz.

 “Sabemos que registrar uma experiência, um processo vivido ou mesmo uma conversa entre alunos e professores é uma forma de sistematizar o conhecimento do professor. Assim, além de participar do processo de premiação, os professores desenvolvem um exercício de reflexão sobre a própria prática, o que garante o aprimoramento dos processos de ensino e aprendizagem”, disse o coordenador-geral de apoio a certames e programas especiais do MEC, Joselino Goulart Junior.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]