4682
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 04/04/2019 09:40

Pedagogia do Unifeg promove importante evento com especialistas gerais sobre a conscientização ao autismo

Encontro, realizado no Auditório Elias José, reuniu público expressivo para diferentes manifestações científicas, sociais e humanitárias a respeito do transtorno do espectro autista
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Pedagogia do Unifeg promove importante evento com especialistas gerais sobre a conscientização ao autismo

Especialistas de diferentes áreas participaram, nesta noite de quarta-feira, 3 de abril, de mais um evento promovido pelo curso de Pedagogia do Unifeg, com o objetivo de comemorar o Dia Mundial de Conscientização ao Autismo, cuja data especial é lembrada todos os anos, no início deste mês. O encontro, que contou com as parcerias da Unimed Guaxupé, Secretaria Municipal de Saúde de Guaxupé, Grupo Girafa – mães de crianças portadoras de transtorno do espectro autista, entre outros, foi muito bem sucedido, com diferentes visões sobre o tema central.

A iniciativa, que aconteceu no Auditório Elias José, localizado na sede das escolas da Fundação Educacional Guaxupé, foi aberta com depoimentos de integrantes do “Girafa”, as quais detalharam o funcionamento da ONG e enfatizaram a importância da solidariedade da população: “O Girafa, Grupo de Integração, Reuniões e Apoio às Famílias de Autistas, é uma entidade com mães que lutam pelos direitos de seus filhos, ao mesmo tempo em que convivem com um mundo ainda tão desinformado sobre o autismo”, comentou Vânia Ribeiro da Silva, que fez um emocionante pronunciamento junto de sua companheira de grupo, Carmela.

Já mais dentro da neurociência, a psicóloga Luciana Bárbara, do Núcleo de Promoção à Saúde – Unimed Guaxupé, ministrou palestra sobre a origem do autismo, seus sintomas, o tratamento e uma série de outras informações, que apesar de serem fundamentais ao conhecimento social, são ainda tão desconhecidas. Profunda conhecedora do tema, a profissional falou para um grupo expressivo, com ênfase a universitários de Pedagogia, Psicologia, Educação Física e outros cursos do Unifeg. “Diferente do que muitos acreditam, o autista aprende sim e, às vezes, até mais do que quem não tem autismo. A questão é saber ensinar, compreender e lidar da melhor forma”, instruiu Luciana.

Já na segunda parte do evento, a professora mestra, Cristina Lúcia Calicchio Gonçalves Cruvinel, do curso de Pedagogia do Unifeg, mediou uma mesa de debates, com as presenças da secretária de Saúde de Guaxupé, Daniela Betelli, a assistente social da Unimed, Joice Caselato (coordenadora do programa Unilaço, de assistência múltipla a autistas), a psicóloga Luciana Bárbara, a psicóloga Marcela de Túlio, também da rede pública de Saúde local, e a professora das redes pública e privada, Elaine Moreira, responsável pela realização do “Encontro de Materiais Estruturados”, que acontece anualmente, no final do 1º semestre, em Guaxupé. Cada qual dentro de sua área, as especialistas detalharam as atividades pelas quais lutam, em favor do autismo, tendo o assunto rendido profundas reflexões: “O Município reconhece todos os esforços das famílias dos autistas e anda de mãos dadas com elas”, comentou Daniela, que na próxima semana se reunirá com as representantes do Girafa, com vistas à elaboração de políticas públicas para a categoria.

Numa noite em que o conhecimento e a solidariedade sobressaíram-se à desinformação, o ato de conscientização à causa dos autistas ganhou mais força, dentro das campanhas já desencadeadas de forma conjunta ou isoladamente, por parte das famílias de crianças ou adultos TEA. “Tudo o que for feito pelos autistas será pouco, se considerarmos a grande quantidade de coisas a serem feitas. Eu, que todos os anos venho ao evento, só tenho elogios ao apoio do Unifeg, que sempre estende os braços de forma consciente”, comentou o vereador Francis Osmar da Silva, que participou do evento e se identifica com a causa, haja vista ter sobrinho autista e se solidarizar com as histórias das demais mães de crianças TEA. “Sabemos de nossa responsabilidade social, além da parte científico-social que temos para com nossos alunos e a comunidade, em geral. Por isto, temos esta parceria que a cada ano aumenta mais. Espero que, mais uma vez, tenhamos contribuído conforme é preciso, pois estamos no ‘universo do saber’ e temos que aproveitar isto a todo momento”, concluiu a professora mestra Marilda Rabello Ribeiro do Valle, coordenadora da Pedagogia/Unifeg.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]