10000
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 17/10/2017 22:02

Etapa final em Lavras define os campeões estaduais dos Jogos do Interior de Minas

Realizada entre os dias 11 e 15 de outubro, fase estadual da competição envolveu atletas e equipes em 11 modalidades
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Etapa final em Lavras define os campeões estaduais dos Jogos do Interior de Minas

Após quase quatro meses desde a primeira etapa, foram conhecidos, no domingo (15/10), os grande campeões dos Jogos do Interior de Minas (Jimi). Disputada em Lavras, no Território Sul, a última fase da competição do Governo do Estado, realizada por meio da Secretaria de Estado de Esportes (Seesp), premiou os melhores atletas/equipes do estado, em 11 modalidades, nos naipes masculino e feminino.

Nos cinco dias de competições foram disputadas as modalidades de basquete, futsal, handebol, voleibol, atletismo convencional e paralímpico, ciclismo speed, ciclismo mountain bike, taekwondo, xadrez e futsal de surdos.

“O Jimi deste ano foi um sucesso do início ao fim. Praticamente triplicamos o número de municípios inscritos em relação ao ano passado, quando ainda era Jogos de Minas. Com mais times na disputa, o nível das partidas também melhorou. É importante parabenizar não apenas os campeões, mas todos que, direta ou indiretamente, participaram da competição deste ano e fizeram da edição 2017 uma das melhores da história”, destaca o secretário de Estado de Esportes, Arnaldo Gontijo.

Substituído em 2012 pelos Jogos de Minas, o Jimi voltou ao seu formato original neste ano para atender a uma demanda da população mineira levantada durante os Fóruns Regionais de Governo. Em seu retorno, o Jimi foi disputado em três etapas (Microrregional, Regional e Estadual), sendo que nas duas primeiras, apenas as modalidades coletivas foram disputadas.

Quem também comemorou a realização da etapa Estadual do Jimi foi o secretário municipal de Esporte, Cultura e Turismo de Lavras, Alexandre Belo.

“Durante o evento, a economia de Lavras foi movimentada em diversos setores, como hotelaria, alimentação e transporte. E como a nossa pasta trabalha diretamente com tudo isso, temos que comemorar o sucesso que foi a realização do Jimi no município”, avalia Alexandre que, durante as disputas, precisou se multiplicar, já que, além de secretário, ele também é o representante dos Jogos de Minas Gerais na cidade e técnico do time feminino de futsal.

 

Competições

As finais fizeram jus à competição iniciada em junho. No futsal feminino, aconteceu a disputa mais equilibrada da competição, com a definição da equipe vencedora nos pênaltis. Após empatar por 2 a 2 no tempo normal, Governador Valadares ficou com o título, ao vencer Montes Claros por 2 a 1 nas penalidades. No masculino, o título ficou com Itaobim, que goleou Goianá, na decisão, por 9 a 4.

Outra disputa equilibrada aconteceu no vôlei masculino. Na ocasião, a equipe de Conceição do Mato Dentro precisou do tie-break para conquistar o título sobre Tupaciguara, com parciais de 20/25, 25/21, 25/13, 12/25 e 15/13. Já entre as mulheres, Itabirito ficou com o troféu, ao derrotar Varginha por 3 sets a 0, parciais de 25/17, 25/18 e 25/14.

No basquete, os grandes campeões do Jimi foram Montes Claros, entre os homens, e Nova Lima, entre as mulheres. Para ficar com o título, a equipe do Norte do Estado derrotou na final os donos da casa, Lavras, por 60 a 46. Já na final feminina, Nova Lima venceu Uberaba por 53 a 43.

Já no handebol, o município de Juiz de Fora mostrou sua força. Campeã da primeira divisão dos Jogos de Minas, em 2016, o município por muito pouco não repetiu a dobradinha. Campeão entre os homens, ao derrotar Ponte Nova na final, por 42 a 31, a cidade viu seu time feminino perder a decisão para Governador Valadares, por 26 a 22.

 

http://www.agenciaminas.mg.gov.br/ckeditor_assets/pictures/3622/content_tabela-seesp.jpg

 

Torcedor Ilustre

Entre as disputas individuais, destaque para o atletismo. A competição, que aconteceu na pista da Universidade Federal de Lavras (Ufla), contou com a ilustre presença de Jadel Gregório, um dos maiores nomes do atletismo brasileiro, competidor no salto triplo. Além de acompanhar as provas atletismo, Jadel também tirou fotos e conversou com os participantes do Jimi.

Segundo o ex-atleta, é de "ações como essa que saem atletas que, talvez, nunca teriam a oportunidade de competir. Sempre digo que o esporte é o meio de inclusão mais igualitário que existe. E uma competição como o Jimi, que não exige que os atletas sejam federados, só confirma minha opinião”, avalia.

Confira também os resultados do atletismo convencional e paralímpicociclismo speedciclismo mountain biketaekwondoxadrez e futsal de surdos.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: jornaljogoserio@gmail.com / ojogoserio@yahoo.com.br.