5342
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 03/01/2018 14:39

Governo de Minas Gerais comemora sucesso das ações de Esportes em 2017

Programas e ações da pasta ampliaram atendimento à população mineira, democratizando o acesso ao esporte em todos os territórios do estado
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Governo de Minas Gerais comemora sucesso das ações de Esportes em 2017

A Secretaria de Estado de Esportes (SEESP) finalizou o ano de 2017 com motivos para comemorar. Apesar da crise econômica que atinge o país, o Governo de Minas Gerais, por meio da SEESP, ampliou o atendimento de seus programas e ações neste ano com o objetivo de alcançar todos os territórios do estado, levando esporte e qualidade de vida a um maior número de mineiros.

Para o secretário de Estado de Esportes, Arnaldo Gontijo, a criatividade na gestão das políticas públicas é fundamental para os momentos de crise. “Tivemos que nos debruçar sobre a realidade e buscar saídas que fortalecessem o esporte mineiro em 2017. Além disso, contamos com a ajuda da própria população que, através das etapas dos Fóruns Regionais, levou até nós suas demandas e é uma grande parceira para direcionar nossos esforços”, comentou.

Para 2018, a expectativa é de mais esporte para Minas Gerais. “Ainda há muito o que se fazer e sabemos que os mineiros merecem mais, mas também não podemos deixar de valorizar as escolhas certas feitas até aqui pelo governador Fernando Pimentel”, citou. “Vamos seguir trabalhando para aumentar o acesso da nossa população à prática esportiva, para viabilizar o surgimento de novos talentos e apoiar os atletas que representam o estado em competições de todo o mundo”, encerrou o secretário Arnaldo Gontijo.

 

JIMI volta ao calendário e número de participantes cresce 115%

Atendendo aos pedidos dos municípios, os Jogos do Interior de Minas (JIMI) voltaram ao calendário esportivo do estado em seu formato original. A competição, substituída desde 2012 pelos Jogos de Minas Gerais, contou com 10.636 atletas participantes neste ano, contra 4.925 que participaram em 2016.  Em relação ao número de municípios, o aumento foi de 183%, saltando de 119 para 337 cidades inscritas.   “A mudança visou atender àqueles que solicitaram, nos últimos anos, o retorno do evento no formato como era na década de 1980. A intenção de contar apenas com participantes do interior começou a ser formulada pelo ex-secretário de Estado de Esportes, Carlos Henrique, e neste ano, conseguimos concretizá-la”, explica o secretário de Estado Adjunto de Esportes, Ricardo Sapi.

Criado em 1985, o JIMI chegou em 2017 à sua 33ª edição.

Outra novidade adotada neste ano foi a possibilidade de atletas não federados participarem dos Jogos, bem como os federados. “Quisemos garantir, dessa forma, um acesso maior de atletas, uma melhor integração entre os municípios e o aumento da possibilidade de surgimento de novos talentos”, destacou Sapi.

 

JEMG alcança 97% dos municípios mineiros

Foi estabelecido, em 2017, o novo recorde de municípios inscritos nos Jogos Escolares de Minas Gerais (JEMG). Inscreveram-se, neste ano, na competição realizada pelas Secretarias de Estado de Esportes (SEESP) e Educação (SEE) 830 cidades. A nova marca ultrapassou o recorde anterior de 815 inscritos em 2016.

Abrangendo 97% dos municípios mineiros, o JEMG se reafirmou como a maior competição escolar do país, o que é motivo de comemoração, segundo o secretário de Estado de Esportes, Arnaldo Gontijo. “Os Jogos Escolares já têm seu lugar no coração da população mineira, a quem também atribuímos todo esse sucesso. Pais, familiares, professores, diretores, e os nossos milhares de alunos-atletas, que todos os anos aguardam ansiosamente a oportunidade de competir defendendo suas escolas, fazem do JEMG o maior evento esportivo do Brasil”, disse.

Participaram dos Jogos em 2017, consideradas as fases microrregional, regional e estadual,  37.593 estudantes entre 12 e 17 anos.

 

Mineiros brilham em competições nacionais

Os campeões do JEMG garantem o direito de representar Minas Gerais nos Jogos Escolares da Juventude e Paralimpíadas Escolares, eventos realizados, respectivamente, pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) e Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). E, em 2017, os representantes mineiros fizeram bonito.

Na etapa para alunos-atletas de 12 a 14 anos, realizada em Curitiba (PR), a delegação de Minas Gerais conquistou 21 medalhas. Em 2016, foram 14. Já na fase para estudantes de 15 a 17 anos, disputada em Brasília (DF), foram 28 conquistas contra 18 do ano passado.

Já nas Paralimpíadas Escolares, realizadas em São Paulo, os mineiros estiveram no pódio em 56 oportunidades neste ano. Em 2016 foram 54 vezes.

 

Bolsa Atleta e Bolsa Técnico têm número de beneficiários ampliado

Os atletas e técnicos do esporte paralímpico de Minas Gerais ganharam um novo apoio para o desenvolvimento de suas carreiras com o edital 01/2017 da Bolsa Atleta e Bolsa Técnico. Pela primeira vez desde a implantação do benefício, o número de bolsas foi ampliado e houve a divisão entre contemplados das modalidades olímpicas e paralímpicas para que um maior número de esportistas mineiros pudesse ser atendido.

A especificação da bolsa para os paratletas e seus técnicos faz parte da política de valorização do esporte para deficientes adotada pela SEESP, que já conta com a Coordenação do Paradesporto, inserida na estrutura da pasta em janeiro deste ano.

O edital 2017 da ação concedeu 185 bolsas – 76 a mais que as oferecidas em editais anteriores – e os valores são de R$ 750 a R$ 5000, repassados bimensalmente aos atletas e técnicos selecionados. Ao todo, serão destinados aos beneficiários R$ 2,106 milhões – R$ 976 mil a mais que o edital anterior, cujo repasse foi de R$ 1,13 milhão.

 

Parceria com SEE levará Geração Esporte a 200 municípios

As Secretarias de Estado de Esportes (SEESP) e de Educação (SEE) assinaram, em 2017, um acordo de cooperação para execução do Minas Esportiva Geração Esporte em escolas da rede estadual em 200 municípios. Em cada município, será selecionada uma escola que atenderá 100 crianças de 07 a 15 anos com atividades esportivas e recreativas no contra turno escolar.

O Geração Esporte objetiva educar pelo esporte, promovendo a cultura esportiva, da atividade física e do lazer contribuindo para o desenvolvimento integral do indivíduo. O público-alvo é formado por crianças e adolescentes de ambos os sexos, comprovadamente matriculados e frequentes em escolas públicas de ensino fundamental, médio ou profissionalizante, preferencialmente pertencentes a famílias de baixa renda ou em situação de vulnerabilidade social.

 

ICMS Esportivo

Considerado o ano base 2016, 224 cidades pontuaram no ICMS Solidário – critério Esporte e, pelo terceiro ano consecutivo, Caratinga, localizada no território Vale do Aço, ocupou o primeiro lugar na classificação.

Entre as iniciativas desenvolvidas no município que resultaram na boa pontuação no mecanismo da SEESP estão a participação de atletas da cidade em competições de diferentes modalidades por todo o país, a realização os Jogos Estudantis Municipais, atividades de lazer, de formação e inclusão esportiva, e atividades com cunho social.

Para o ano base 2017, os municípios já podem se cadastrar. O procedimento deve ser feito via Sistema de Informação ICMS Esportivo. Para isso, a cidade deve indicar um servidor público do quadro de pessoal da prefeitura para atuar como Gestor Esportivo Municipal, responsável pelo cadastro, atualização e veracidade de todas as informações e documentos comprobatórios relativos à participação do município no mecanismo.

Até o dia 31 de janeiro de 2018, devem ser inseridos no Sistema todos os documentos e informações que comprovem o pleno funcionamento do Conselho Municipal de Esportes no ano base 2017, conforme exigido pelo Art. 4º da Resolução SEESP nº31/2016.

 

Número de projetos protocolados na Lei Estadual de Incentivo ao Esporte cresce 73%

O edital 01/2017 da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte teve 330 projetos esportivos protocolados – 140 a mais que o edital 01/2016, ou 73% a mais. Desses, 23 já foram aprovados e um encontra-se em execução.

A seleção contemplou projetos de até R$ 300 mil que tenham como característica essencial a promoção e o fomento do esporte e da prática de atividade física em Minas Gerais e que sejam de acesso gratuito ao público, isentos de taxa de inscrição ou qualquer outra forma de contribuição, ou cujo acesso seja por meio de doação de alimentos ou similares.

No âmbito do mecanismo, foram captados em 2017 para execução de iniciativas R$ 13,1 milhões. Em 2016, o valor chegou a R$ 10,8 mi.

Desde 2013, quando a Lei Estadual de Incentivo ao Esporte foi sancionada, foram aprovados 502 projetos que proporcionaram benefícios tanto para a população atendida quanto para as empresas apoiadoras. Desse total, 171 projetos já foram executados ou estão em execução com recursos captados que ultrapassam os R$ 42,7 milhões. Já são mais de 101 mil beneficiários entre crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos, de 64 municípios mineiros.

 

Cessão do Ginásio Mineirinho para instalação de mercado renderá R$ 8 mi para o estado

O secretário de Estado de Esportes, Arnaldo Gontijo, assinou, no dia 15 de dezembro, o contrato de concessão onerosa de uso de uma área de mais de 6 mil m² nos 6º e 7º andares do Ginásio Mineirinho, em Belo Horizonte, para instalação do Mercado Central do Mineirinho. A empresa Nutribom Indústria e Comércio Ltda., vencedora do pleito, terá direito a utilizar o espaço até dezembro de 2027 e destinará ao estado uma quantia de R$ 8.629.971,00.

Para o secretário Arnaldo Gontijo esse é o primeiro grande passo para melhorias no ginásio que recebeu, ao longo de seus 37 anos de existência, inúmeros eventos esportivos de importância internacional além de shows musicais com grandes públicos. “Ao longo dos últimos tempos estávamos buscando soluções que pudessem tornar o Mineirinho ainda melhor para a população. A assinatura desse contrato e a instalação do mercado é um passo importante, a primeira grande intervenção no local desde a ditadura militar”, comentou. “Nosso objetivo é de que os recursos oriundos da cessão do espaço para uma nova atividade, ainda que não seja esportiva, sejam revertidos em prol do próprio Mineirinho, de sua reestruturação e das políticas esportivas do estado”.

A previsão é de que o funcionamento do Mercado Central do Mineirinho se inicie em abril de 2018 contando com 150 lojas, estacionamento privativo, espaço gourmet, área de convivência e espaço kids. 

 

Novo Observatório do Esporte reúne indicadores e informações de interesse da população

O site Observatório do Esporte foi reformulado em 2017. Com uma roupagem moderna, o portal passou a disponibilizar, de maneira didática e intuitiva, um leque ainda maior de informações para toda a cadeia esportiva em Minas Gerais, que envolve conselheiros, escolas, universidades, empresas, federações, entidades sem fins lucrativos, clubes, atletas, técnicos e outros profissionais do esporte.

Na atual versão do Observatório do Esporte o cidadão mineiro vai encontrar indicadores e estudos de utilidade pública bem como informações sobre qualidade de vida e lazer, educação esportiva, atividades de alto rendimento e calendário de eventos, por exemplo.

Também estão listadas no portal oportunidades de aprimoramento profissional e o desempenho de atletas mineiros nas principais competições.

Repaginado e com conteúdo ampliado, o novo Observatório do Esporte também traz informações sobre os principais projetos do Governo do Estado voltados para a prática esportiva, como o Bolsa Atleta e Bolsa Técnico e a Lei Estadual de Incentivo ao Esporte.

 

Mais esporte para os mineiros

Neste ano, o Governo de Minas Gerais, por meio das Secretarias de Estado de Governo (Segov) e Esportes (SEESP), fez a doação de 499 kits esportivos e 510 academias ao ar livre que foram repassados por meio de convênios e termos de doação a municípios dos 17 territórios de desenvolvimento do estado.

A instalação das academias ao ar livre nas cidades tem como objetivo oferecer à população locais de atividades esportivas e práticas corporais acessíveis. No conjunto de equipamentos de ginástica, estão simuladores de caminhada, esqui e cavalgada, além de bancos para exercícios para as pernas e braços.

Já os kits de material esportivo – compostos por jogos de camisa e coletes; bolas de futebol de campo, futsal e vôlei; redes para futebol de campo, futsal, vôlei e troféus – foram repassados para fomentar a prática esportiva nos municípios. 

Nas entregas realizadas no mês de agosto, foram investidos R$ 6,3 milhões por meio de emendas parlamentares para a doação dos equipamentos e compra de kits de material esportivo. Um total de 280 municípios foram contemplados, sendo 272 prefeituras e oito entidades.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]