120
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 01/07/2019 15:45

Guaxupeanos pedalam vinte horas seguidas em mega-evento com 282Km

Tiago, Reginaldo e André foram além dos próprios limites no evento de resistência quase sobrehumana
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Guaxupeanos pedalam vinte horas seguidas em mega-evento com 282Km

Os guaxupeanos Tiago Silva, Reginaldo Silva e André Souza (auxiliados por Pedro Roda de Fogo, no apoio) participaram, no último dia 21, do "5º Desafio Caminho de Aparecida 2019", que constou de uma ultramaratona, de montain bike, com 282Km de um percurso entre Alfenas e Aparecida, pelo caminho sagrado de peregrinação, o qual, obrigatoriamente, na prova em questão, precisou ser feito em vinte horas de esforço sobrehumano.
Os atletas locais, junto a outros cento e setenta competidores, nas categorias Pró e Sport, enfrentaram os chamados sete temidos adversários: a poeira (96% do percurso foi de estradas de terra e trilhas), o frio (a sensação térmica, à noite, foi a zero), a altimetria (6.300m acumulados de subidas), a Serra da Mantiqueira (com 50Km de serra, a partir do 200º quilômetro), o sono (foi, literalmente, uma noite em claro), o tempo e a si mesmos para completarem o trajeto. "Foi uma prova de elevar os limites ao extremo, que mexeu demais tanto com a parte física, quanto a psicológica", comentou André, que realizou 220Km de prova, mas lesionou os dois joelhos e encerrou sua participação à altura do vilarejo do Charco, pouco antes das trilhas da Serra da Mantiqueira.
Expostos à variação climática entre 1° e 35°, os demais guaxupeanos continuaram, embora também estivessem fadigados devido às dificuldades: "Nos primeiros 94Km, até Turvolândia, eu e o André estávamos na frente, mas tive problemas no farol e perdemos muito tempo", comentou Reginaldo, que completou o percurso em 18h23m. "O frio foi o mais cruel. Mas, para mim, que já na largada senti dores lombares, a possibilidade de desistir veio à mente toda hora. Mas, firmava o pensamento na família, nos amigos e, principalmente, nos filhos, fãs do "Homem de Ferro". Então, incorporei o lema "Vá e Supere" para completar o percurso", ressaltou Tiago, dono da marca de 18h25m de prova.

Prova de aço!
Na 5ª edição, largaram 171 participantes e somente 119 concluíram a prova, com cinquenta e duas desistências. Conforme a organização, apenas cinco mulheres, até agora, completaram todo o trajeto abaixo das 20 horas, pela Categorai Pró (destas, quatro são de Minas Gerais e uma de São Paulo). Para o organizador, Rodrigo de Paula Costa, o Rodriguinho, o nível cada aumenta mais: "Tudo começou em 2015, quando um grupo desafiou-se a realizar o percurso em 24 horas. Hoje, graças a Deus, virou um evento de nível nacional", enfatizou o idealizador, que manteve vinte pontos de hidratação, quinze mesas de alimentação, energéticos, carboidratos e proteínas (além de uma macarronada antes da saída, outra no quilômetro 140 e a última no Km 200, antes da subida da Serra, destino ao Bairro do Charco, na Mantiqueira.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]