5086
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 26/11/2017 21:30

Luciano Reis segue firme o propósito de concretizar o "Projeto Guaxu Nascentes"

O idealista Luciano e a estudante Valentina plantam muda de árvore nativa nas imediações do local escolhido por ele como ideal para ser o "piloto" do projeto
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Luciano Reis segue firme o propósito de concretizar o

Lançado há quase um ano e meio, o “Projeto Guaxu Nascentes” ainda não foi oficialmente concretizado em Guaxupé. Porém, seu idealizador, Luciano Reis de Oliveira, presidente do Rotary Club Cafezais, mantém firme o propósito de transformar áreas de mananciais hídricos locais em pontos socioambientais sustentáveis, com vistas à geração de rendas, viabilização de lazer, esporte, cultura e principalmente alicerçar as entidades sociais da cidade. Visto por muitos como um líder nato e visionário, enquanto outros consideram o projeto utópico, o autor da ideia tenta unir forças para colocar em prática o que entende ser uma solução adequada para que crianças, adultos e idosos tenham uma vida boa num futuro próximo.

“Guaxu Nascentes” tem como ‘carro-chefe’ uma extensa área no Parque do Lago, onde Luciano e seus parceiros (Clube dos Desbravadores, Unifeg, vereadores, AVV, empresários de diferentes setores, ambientalistas, representantes do Executivo, entre outras lideranças, plantaram dezenas de mudas de árvores nativas, em 2 de junho de 2016, para comemorar o aniversário de Guaxupé (veja, abaixo, várias fotos feitas naquele dia, mas ainda inéditas). No local, conforme o objetivo do projeto, a nascente será revitalizada, o açude protegido, dependências construídas e iniciadas piscicultura, hortifrúti, entre outros. Tudo isto, após funcionar adequadamente, será entregue à Apae, que se beneficiará com os recursos.

Além do Parque do Lago, Luciano Reis aponta outros pontos do Município, também com mananciais (que podem estar ameaçados pelo ‘progresso’), onde pretende implantar núcleos semelhantes ao ponto que será destinado à Apae. Cada qual com suas características, todos devem agir de forma homogênea, com exploração saudável de recursos, criação de fontes de renda e desenvolvimento e a administração a cargo de entidades (hoje, boa parte delas sofrem com a falta de recursos). Porém, para que tudo seja concretizado, o idealista conta com os apoios de Prefeitura, Câmara Municipal, empresas tradicionais, de ponta, na cidade, além de representantes de classes.

Vultuoso e muito dependente do poder público (principalmente para fins de aquisição e adequações de imóveis), o projeto tem sido apresentado ainda a empresas particulares, instituições e órgãos dos governos estadual e federal. “Não há outro caminho para o ser humano a não ser proteger o meio ambiente e tirar dele, de forma inteligente e respeitosa, as fontes que colaborarão com o desenvolvimento social. O projeto caminha com a graça de Deus e o apoio de parceiros fortes, como a Engenharia do Unifeg, que tem sido valiosa demais. Também a Prefeitura, que será fundamental em todos os momentos e os empresários, de Guaxupé e de fora, que sinalizam positivo, têm meu respeito e apreço. Agora, é darmos as mãos de vez e iniciar 2018 com força total para que o ‘Guaxu Nascentes’ se concretize pelo bem da nossa e das futuras gerações”, disse Luciano.

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]