808
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 26/03/2019 15:09

Município divulga o saldo dos três meses de trabalho do "Mutirão da Limpeza"

Conforme relatório, em noventa dias de trabalho, o Município já coletou cerca de setecentas toneladas de resíduos em bairros onde já atuou o "Mutirão"
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Município divulga o saldo dos três meses de trabalho do

A Vigilância em Saúde, responsável por coordenar os trabalhos do Mutirão de Limpeza em parceria com a Secretaria de Obras em Guaxupé divulgou na manhã desta segunda-feira (25) os números dos trabalhos que vem sendo realizados desde janeiro deste ano. No total, a equipe já visitou 07 bairros e recolheu aproximadamente 640 toneladas de resíduos e materiais que foram descartados pelos moradores, além de 147 pneus que já foram encaminhados ao ecoponto do Município.

Jardim Rosana, Rancho Alegre, Jardim América I e II, Jardim Europa, Monte Verde e Parque dos Municípios I foram os bairros trabalhos pela Vigilância em Saúde nestes três primeiros meses. As localidades são escolhidas pela Divisão de Epidemiologia da Vigilância, de acordo com possíveis índices de infestações do mosquito transmissor da dengue. Jurema Peres, diretora da Vigilância, disse que os trabalhos não param e que deverão seguir ainda pelos próximos meses: “Fizemos estes 07 bairros e recolhemos uma quantidade enorme de resíduos. são materiais que estavam nos quintais das casas e que podem servir como criadouros de vetores como abrigos para ratos, baratas, escorpiões, tudo o que influencia diretamente na saúde pública de nossa cidade. Continuaremos com o mutirão pelos próximos meses e semanalmente divulgamos os bairros”, explicou.

Guaxupé é uma das 57 cidades do Sul de Minas, num total de 146 municípios, que está trabalhando com Mutirões de Limpeza. Um dos principais objetivos é a diminuição do entupimento da passagem de água nas redes, bueiros, bocas de lobo. Ressaltando também que o mutirão combate diretamente a proliferação de vetores (mosquito Aedes) transmissores de doenças, além de outros animais peçonhentos e roedores. “Não adianta somente a Prefeitura fazer este trabalho. É preciso a conscientização da população em não deixar acumular grandes quantidades desses resíduos em suas casas. Manter nossas casas limpas é sinal de saúde. É evitar inúmeros problemas não somente aos moradores desta casa, mas também com os vizinhos”, finalizou Jurema.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]