750
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 10/03/2020 11:18

Prefeitura alega prevenção e retira quatro palmeiras da "Praça do Trabalhador"

Árvores, segundo consta, apresentavam problemas e poderiam colocar em risco a segurança dos cidadãos
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Prefeitura alega prevenção e retira quatro palmeiras da

Funcionários da Secretaria Municipal de Obras e integrantes do 4º Pelotão do Corpo de Bombeiros de Guaxupé arrancaram quatro palmeiras da Praça do Monumento ao Trabalhador, que fica num dos jardins centrais da Avenida Conde Ribeiro do Valle, na área central da cidade. O serviço começou nesta manhã de terça-feira, 10 de março, tendo sido realizado, conforme a Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura, para evitar transtornos às pessoas, haja vista os problemas das referidas árvores.
De acordo com nota emitida pela comunicação social da Prefeitura, a supressão das palmeiras ocorreu porque "apresentavam larvas, mandruvás, formigueiros e outros bichos em suas copas, além de brocas em seus troncos e suas cascas e copas estavam podres, o que traziam riscos aos pedestres e veículos", definiu a informação oficial.
Também sobre os cortes, que tiveram autorização ambiental, a Prefeitura salientou que todo o trabalho foi acompanhado pelo 4º Pelotão de Corpo de Bombeiros, supervisionado pela Polícia do Meio Ambiente e autorizado pelo Conselho Municipal do Patrimônio Histórico. "Além disso, a Prefeitura ficou responsável por plantar 18 novas palmeiras nas proximidades, o que já foi feito há aproximadamente 30 dias".
Em release, a Prefeitura também informou: Na mesma praça existiram 07 palmeiras. Destas, 03 caíram com as chuvas e ventos fortes. As outras 04 foram condenadas e precisaram ser retiradas: “Havia o risco constante de que estas outras pudessem cair sobre as pessoas que transitam pela praça e até mesmo dos carros que ficam estacionados aqui. Diante disso fizemos um levantamento e passamos com as autoridades competentes para a devida autorização. Foram retiradas 04 palmeiras e plantamos outras 18”, explicou Rafaela Soares, diretora de Meio Ambiente.
De acordo com Cabo Ribeiro, dos Bombeiros de Guaxupé, essa não é a primeira vez que o serviço é prestado à cidade. Ele lembrou de um outro coqueiro que existia na Praça Paulo Carneiro e que também por trazer riscos às pessoas e casas, teve que ser retirado: “Em 2012 fizemos um trabalho parecido com esse, só que ali na Praça Paulo Carneiro, onde existia uma palmeira gigante, igual a essas existentes no entorno da Câmara Municipal. Esta teve que ser retirada porque caiu um raio e acabou criando um buraco bem no seu topo e aí seu tronco foi apodrecendo. Foram aproximadamente 06 horas de trabalho e com equipamentos especiais e adequados, tendo em vista o tamanho da árvore”, disse.
A diretora do Meio Ambiente disse ainda que uma das palmeiras existentes no entorno da Câmara Municipal, antigo Fórum, também está condenada e deverá ser cortada: “Fomos acionados e já inspecionamos todas aquelas palmeiras da Câmara. Uma delas realmente está doente e precisará ser retirada. Estamos aguardando os equipamentos necessários para que os bombeiros possam fazer o trabalho, que exigirá muita experiência e habilidade”, falou Rafaela.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: jornaljogoserio@gmail.com / ojogoserio@yahoo.com.br.