3047
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 10/06/2015 14:53

Voluntários trabalham pela preservação do Rio Guaxupé

Integrantes pertencem à empresa Anjo dos Rios e ao curso técnico
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Voluntários trabalham pela preservação do Rio Guaxupé

Voluntários ligados à área ambiental têm realizado, há algum tempo, um trabalho de recuperação da mata ciliar do Rio Guaxupé, que abastece o Município. Preocupados com o bem-estar tanto da atual quanto das gerações futuras, os abnegados aproveitam principalmente seis finais de semana para cuidar de mudas que plantaram no ano passado, no Parque Mogiana, onde conversaram com o Jornal JOGO SÉRIO, na semana passada. Convictos de que o trabalho que realizam resultará em benefícios para toda a cidade, eles mesclam o conhecimento técnico-científico que obtêm no Instituto Federal de Educação e Tecnologia – Campus de Muzambinho, assim como a filosofia desenvolvimentista da empresa Anjo dos Rios, atuante na coleta de óleo de cozinha, para reciclagem.

O trabalho tem sido realizado pelo dono da ‘Anjo dos Rios’, Domingos Augusto Beltrão, o qual iniciou o plantio de árvores nativas no Parque e recebeu o apoio de estudantes do IF Sul de Minas, entre eles a tecnóloga em agronegócio, Ana Paula dos Santos e os técnicos em cafeicultura, Paulo Sérgio Porfírio e José Elzio de Paula. Desde o ano passado, eles já plantaram mas de oitenta mudas às margens da nascente e têm, como meta, o objetivo de reflorestarem toda a extensão do Rio Guaxupé: “É um trabalho ‘de formiguinha’, onde contamos com os apoios das iniciativas privada e pública, com doações de mudas, produtos para cuidarmos dela e, principalmente, muita disposição, pois sem isto não se faz nada. Quero aproveitar a oportunidade para agradecer a estes estudantes, que tornam o trabalho bem mais eficaz, com o conhecimento científico que possuem”, disse Domingos.

Há um ano e meio no curso técnico do IF Sul de Minas, o trio de estudantes compôs, recentemente, o Trabalho de Conclusão de Curso “Percepção Ambiental: situação das APPs do Rio Guaxupé”, por meio do qual colocam em prática tudo o que aprenderam na teoria: “Nosso intuito é conhecer a situação do Rio que abastece o Município, levantar trajetos que possuem preservação e outros em que ela não existe. Assim, promover a adequação as normas ambientais e garantir que Guaxupé tenha água disponível para os próximos anos. Lembrando que, com a crise hídrica que vivenciamos, nosso rio, que já possui uma vazão pequena, teve o seu nível de água reduzido. Por isso, a população pode sofrer futuramente com a falta de água se nada for feito”, enfatizou Ana Paula, que convidou interessados na causa deles a ajudá-los.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]