3784
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 18/04/2017 23:06

Vítima não resiste e vai a óbito após emboscada

Um dos rapazes baleados morreu e o outro está estável, na UTI; a polícia já sabe quem atirou e está no encalço do autor
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis

Um dos dois cidadãos baleados no final desta tarde de terça-feira, 18 de abril, na Avenida Presidente Tancredo Neves, em Guaxupé, não resistiu ao ferimento e foi a óbito. Identificado como Ronaldo A. F., de 25 anos, o rapaz teve morte instantânea, enquanto seu colega, G. H. E. C., de 23 anos, encontra-se em condições estáveis, internado na Unidade de Terapia Intensiva da Santa Casa. A Polícia Militar, que atendeu à ocorrência, já sabe que os tiros foram disparados por dois homens, a bordo de uma motocicleta, Yamaha Lander, de cor preta.

Ronaldo e G. circulavam a pé pela “Tancredo Neves”, quando os ocupantes da moto aproximaram-se, tendo o garupa sacado um revólver e efetuado cinco disparos, dos quais dois acertaram às vítimas. Conforme testemunhas, Ronaldo foi atingido na axila direita, tendo o projétil saído do lado esquerdo. Já G. H. foi atingido à altura do peito, mas manteve-se consciente o tempo todo (ele, inclusive, já teria conversado com a polícia, a respeito dos fatos). Após os tiros, os autores fugiram sentido Rua Pero Lobo, no Jardim Recreio dos Bandeirantes.

Os dois homens baleados foram socorridos pela PM e o Corpo de Bombeiros, tendo ambos sido removidos ao PS, mas Ronaldo já teria chegado sem vida ao local. De acordo com o tenente Rafael Meneghin, um suspeito já foi identificado: “Já temos a informação de que o crime foi praticado por questões amorosas e que havia já uma rincha entre as partes. Estamos diligenciando ainda, mas um dos indivíduos já foi identificado, do qual estamos atrás, assim como o outro”, informou o policial.

Conforme o Jornal JOGO SÉRIO divulgou anteriormente, os dois rapazes caíram na porta de um estabelecimento comercial, uma barbearia, logo após terem sido atingidos. Lá, familiares e amigos das vítimas desesperaram-se ao vê-los ensanguentados, tendo a cena sido muito chocante. Após isolar a área a PM auxiliou na retirada das vítimas e no trabalho da perícia técnica, da Polícia Civil. Veja, posteriormente, outras informações a respeito desta tragédia.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]