1809
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 26/07/2017 18:56

Projeto "Rede de Proteção Preventiva", criado pela PM de Guaxupé, transmite mais segurança ao comércio

Policiais militares durante visita ao comerciante Leandro, do Ponto da Cerveja, na área central de Guaxupé
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Projeto

A Polícia Militar de Guaxupé tem realizado um trabalho de estreitamento efetivo de laços com comerciantes e prestadores de serviços em Guaxupé. A iniciativa, denominada “Rede de Proteção Preventiva”, baseia-se num grupo de whats app, onde as autoridades mantêm contato ininterrupto  com proprietários de empreendimentos locais. Muito elogiado pelos participantes, o projeto da PM resulta numa ação preventiva bem sucedida. Isto, porque além de mensagens via celular, o programa consta de visitações rotineiras de policiais a estabelecimentos, troca de informações seguras e ações estratégicas em favor da segurança pública.

O programa “Rede de Proteção Preventiva” conta com a participação de um expressivo número de pessoas, tendo a ideia partido da própria PM, que viu na tecnologia dos smartphones uma forma de aproximar-se ainda mais da população e, desta forma, atuar com maior eficiência, na prevenção a crimes contra o patrimônio: “A criação das ‘Redes Protegidas’ é muito importante nesse sentido de compartilhar informações e levar mais tranquilidade para que cada um possa realizar suas atividades com mais segurança efetiva e diminuição da sensação de medo e insegurança”, comentou a sargento Aline, uma das coordenadoras do projeto, que incluiu também reuniões regulares com comerciantes na sede da PM.

Entre os membros do “Rede de Proteção Preventiva”, cujo comércio participante é identificado também por meio de uma placa na fachada de seu imóvel, as impressões são as melhores, no que diz respeito ao clima de tranquilidade e até a queda de delitos: “Muito legal esta integração que a Polícia Militar está realizando com a sociedade de Guaxupé. Com certeza, muito contribui para a segurança do Município”, comentou Geraldo Donizete Vasconcellos, da Kontek Contabilidade. “Nos sentimos honrados e seguros com a presença dos PMs  em nossa loja”, agradeceu Leandro Sabbag Scagliusi, do Ponto da Cerveja. “Isso mostra comprometimento, profissionalismo e paixão pela profissão”, complementou Maura Giannini, da Associação Comércio e Indústria - ACIG.

Apesar de não divulgar números, a fim de manter suas estratégias, o comando da Polícia Militar enfatiza a importância do projeto “Rede de Proteção Preventiva” na rotina da segurança pública de Guaxupé e na busca por um município mais tranquilo. “Quando a comunidade está junto com a polícia, o infrator perde espaço. E deixo claro que estar junto é além de reconhecer os resultados positivos, também participar com informações e críticas construtivas visando à melhoria contínua”, destacou o major Afrânio Garcia, comandante da 79ª Cia. Especial PM/MG. De acordo com a polícia, a adesão ao projeto de proteção integrada está disponível a comerciantes locais ainda não inseridos. Para tanto, basta informar-se junto ao Batalhão da Polícia Militar de Guaxupé.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]