2199
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 20/02/2018 09:58

Homem escapa da morte em violenta colisão automobilística

Luiz e seu professor, Sander, caminhavam pela calçada, quando foram surpreendidos pelo Uno, que atingiu ao aluno, numa cena assustadora
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Homem escapa da morte em violenta colisão automobilística

Um homem identificado como Luiz Henrique escapou da morte nesta manhã de terça-feira, 20 de fevereiro, depois de ter sido atropelado, na calçada, por um Fiat Uno, de cor preta, cujo motorista envolveu-se em violenta colisão com uma motocicleta Honda CBR 650’’, de cor vermelha e branca. O fato aconteceu no cruzamento da Avenida Dona Floriana com a Rua José Costa Monteiro, na área central de Guaxupé.

Luiz e seu professor de Educação Física, Sander Lucas, caminhavam pela “Grande Avenida”, enquanto o condutor do Fiat, Rodrigo, trafegava da “José Costa” com destino à área central. Porém, o motorista não percebeu a aproximação da moto, pilotada por Ítalo, então na “Dona Floriana”, tendo havido a colisão. Com o impacto, o carro subiu a calçada e atingiu o rapaz (Luiz), que ficou sob o veículo, entre a parede de imóvel e a roda dianteira.

Apesar do susto, Luiz conseguiu levantar-se com a ajuda de populares e rapidamente foi socorrido pela condutora de uma caminhonete, que o levou ao Pronto Socorro. Já o piloto da moto teve escoriações nas pernas e braços, sendo que foi levado ao PS pela Polícia Militar. No local da ocorrência, as autoridades constataram que o Uno está licenciado somente até 2015 e que o dono da motocicleta encontra-se na condição de inabilitado.

Ainda com relação ao fato, sabe-se que Luiz chegou ao Hospital consciente, apesar do susto e as dores no corpo. Contudo, não foi possível ainda obter informações precisas sobre seu estado de saúde. Sobre o piloto da moto, que também está sendo atendido, informações dão conta de que ele passa bem e será liberado em instantes. E, quanto ao condutor do carro, não foi registrada nenhuma lesão física, além do trauma pelo ocorrido. Ao Jornal, ainda no local, ele informou: “Eu não vi a moto se aproximando! Peço desculpas, pois estou muito triste com o ocorrido. Contudo, agradeço a Deus por ter preservado a vida do rapaz”, lamentou ele, pouco antes de deixar o local junto à PM para as providências de praxe.

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]