96
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 24/04/2018 09:32

Estão em UTIs da região os dois jovens que ficaram entre a vida e a morte após distintas tentativas de homicídios

Num final de semana trágico, duas ocorrências paralelas, desencadeadas sexta-feira e sábado últimos, no Rancho Alegre e no "Bandeirantes", levaram vítimas de 20 e 23 anos para UTIs da região
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Estão em UTIs da região os dois jovens que ficaram entre a vida e a morte após distintas tentativas de homicídios

Duas ocorrências de tentativa de homicídio deixaram trágico o fim de semana em Guaxupé. Embora desencadeados em bairros e dias distintos, os dois fatos chamam a atenção por conta da brutalidade com que se deram. Dos episódios, que foram atendidos pela Polícia Militar e já encontram-se a cargo de autoridades investigativas, duas vítimas estão ainda entre a vida e a morte em unidades de terapia intensiva, de hospitais no Sudoeste de Minas Gerais. Em meio a tudo isto, supostos autores mantêm-se nas condições de foragidos ou, se já capturados, beneficiados pelo Estatuto da Criança e do Adolescente, numa época em que a violência, embora no Município ainda seja contida pelas forças constitucionais, mostra-se numa crescente assustadora e, lamentavelmente, envolve pessoas cada vez mais jovens. Vale lembrar que nos dois fatos, além dos participantes diretos nas contendas, seus familiares enfrentam desastrosas consequências por causa de traumas e desconfortos gerados pelas situações em questão.

No primeiro caso, o auxiliar de serviços gerais Marciano, de 20 anos, foi violentamente agredido com golpes de facão, por desafetos seus, na noite desta sexta-feira, 20 de abril, na Rua Francisco da Silva Caixeta, que fica no Jardim Rancho Alegre. De acordo com testemunhas, o rapaz foi abordado por alguns homens, contra quem ele entrou em luta corporal. Um deles, com facão em punho, golpeou várias vezes a vítima, que gritou por socorro e seu pai, Jorge, de 47 anos, nas imediações, ouviu o pedido do filho, quando correu para socorrê-lo. Apesar dos esforços, tanto Marciano quanto o genitor ficaram feridos em virtude dos golpes de facão, usado pelos autores, que fugiram do local após o crime.

Acionadas, Polícia Militar e unidades de resgate (Corpo de Bombeiros e SAMU) compareceram ao local e resgataram pai e filho, sendo o primeiro ainda consciente e o segundo já desmaiado. No Hospital, onde deram entrada com vários cortes, ambos receberam cuidados emergenciais, mas Marciano foi transferido para unidade com mais recursos, a fim de tratar de seu caso (seu pai permaneceu internado em Guaxupé, mas a destinação do filho foi mantida em sigilo). Conforme o decorrer da ocorrência, ainda na noite do fato, um homem de 18 anos foi detido por suspeita de participação na tentativa de homicídio. O eventual participante, cuja identidade não foi revelada, foi detido em flagrante, apesar de que, no Quartel, tenha negado o crime. Outro indivíduo, também já identificado pela polícia, está sendo procurado. E, também com relação ao delito, a Polícia Civil recebeu o BO e iniciou as investigações, com vistas a solucionar o delito.

 

Outra tentativa de homicídio

No outro caso, o autônomo Leonardo, de 23 anos, morador do Parque dos Municípios, em Guaxupé, foi violentamente atingido por um adolescente, com golpes de faca, numa confusão ocorrida na Rua Bartolomeu Bueno, que fica no Jardim Recreio dos Bandeirantes (e ainda sem motivos aparentes). O ataque, de acordo com a Polícia Militar, teria sido protagonizado por menor residente ao bairro onde tudo aconteceu, tendo o suposto autor sido capturado após o crime, quando as autoridades realizaram os serviços de praxe antes de liberarem-no, por falta de ambiente adequado para a apreensão. Com relação à vítima, que foi socorrida pela PM e por unidades de resgate, as perfurações alcançaram seu pescoço (duas facadas), no lado esquerdo, o braço esquerdo (mais duas) e as demais (cinco) atingiram-lhe as costas, na altura dos pulmões. Leonardo deu entrada no Hospital com vida, mas em estado grave de saúde.

 

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]