2348
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 13/06/2018 17:51

Encontrado caminhão da loura que fugiu após colisão em rotatória de Guaxupé

O veículo foi deixado no pátio do Posto SP/Minas, com danificações em duas rodas traseiras; a PM agora tentará identificar a condutora, que incorreu em crime de trânsito
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Encontrado caminhão da loura que fugiu após colisão em rotatória de Guaxupé

Foi encontrado há pouco (agora são 17h30 desta quarta-feira, 13 de junho) o caminhão Volvo 340 Power, de cor branca, cuja condutora provocou colisão com a caminhonete Toyota Bandeirante, de cor azul e propriedade do empresário Ivan, da Marcenaria Vila Rica, há cerca de uma hora. Conforme o JOGO SÉRIO divulgou anteriormente, o sinistro ocorreu no quilômetro três da rodovia MG0-450, mais precisamente na rotatória de acesso ao Aeroporto Municipal de Guaxupé, tendo a motorista do veículo pesado fugido após o acidente.

O caminhão, que tem placas de Muzambinho, foi abandonado no pátio do Posto SP/Minas (de cima), tendo sido encontrado pelo dono da Toyota. O veículo, todo fechado, está com o rodoar danificado e um dos pneus traseiros (do lado esquerdo) estourado. Carregado com artefato para execução de massa asfáltica, o caminhão presta serviços ao Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT/MG). “Eu sabia que ela (a motorista) não havia ido longe, mas naquele instante achamos que tinha deslocado sentido Tapiratiba. Mas não! Ela veio pelo Anel Viário e virou para cá, se escondendo no posto”, narrou Ivan, dono da Toyota utilizada em sua marcenaria, que teve o pára-choques e parte da dianteira danificados.

Acionada, a Polícia Militar Rodoviária Estadual (que vasculhava as imediações com o objetivo de localizar a dona do caminhão) compareceu ao Posto SP/Minas, constatou se tratar do veículo envolvido no acidente e tomou as providências cabíveis. De posse das identificações do veículo, as autoridades agora tentarão encontrar a motorista, haja vista que ela incorreu em crime de trânsito ao deixar o local sem prestar esclarecimentos. No Posto SP/Minas, onde pessoas foram indagadas, ninguém soube dar conta do paradeiro da motorista do caminhão.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]