3795
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 31/07/2018 15:40

Refém é baleado em tiroteio após violento assalto a banco

PMs e investigadores se inteiram dos fatos em frente ao local do intenso tiroteio, onde um refém foi baleado, na área central de Guaranésia
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Refém é baleado em tiroteio após violento assalto a banco

Um homem ainda não identificado foi baleado na cabeça nesta terça-feira, 31 de julho, durante tiroteio entre uma quadrilha de assaltantes e a Polícia Miliar de Guaranésia. Autores de roubo à mão armada contra o SICOOB, que fica na área central daquela cidade, os bandidos demonstraram ousadia para protagonizar terror ao pacato município. As autoridades, após um primeiro embate, se organizam com o objetivo de capturar aos responsáveis pelo delito, os quais abandonaram uma caminhonete Amarok, de cor prata (roubada), e fugiram num Fiat Uno vermelho, levado de lavrador numa das saídas do Município (da Minchillo).

A ação contou com a participação de pelo menos seis ladrões, os quais portavam armamento de grosso calibre, tendo parte do bando adentrado a agência, anunciado o assalto, rendido funcionários do banco e levado quantia ainda não divulgada. Na fuga, os criminosos foram surpreendidos pela PM, que inicialmente tentou a rendição, mas eles fizeram um cliente do banco refém, tendo havido intensa troca de tiros entre as partes. No confronto, o rapaz usado como escudo foi baleado à altura da cabeça e deixado no chão. Os bandidos, no entanto, conseguiram fugir pela Praça Dona Sinhá, tendo sido perseguidos pela PM (não se sabe se algum dos assaltantes foi ferido).

Os bandidos abandonaram o veículo na Rua Prudente de Moraes, sentido saída da cidade, quando interceptaram um Fiat Uno, de cor vermelha, ano 1990 e placas GPE-4081, conduzido por lavrador, o qual foi obrigado a sair do veículo e o grupo utilizou o automóvel para fugir, com direção à BR 491. Na Amarok, que ficou cravejada de balas, em decorrência da troca de tiros com a polícia, os bandidos deixaram dinheiro roubado no banco, além de munições e armamentos. A PM, já reforçada pela Polícia Civil, agora tenta localizar aos envolvidos, que podem ter tomado sentido de Arceburgo, Santa Cruz da Prata ou Guaxupé, além de haver, também, a possibilidade de estarem escondidos na mata. Ainda com relação aos fatos, o JOGO SÉRIO tentou, no Hospital de Guaranésia, alguma notícia sobre o estado de saúde do refém baleado, mas até agora nada foi informado, além de que seu quadro clínico é extremamente grave. Veja, logo mais, dados atualizados sobre esta ocorrência, que abalou à população guaranesiana, habituada há um cotidiano bem menos tenso.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]