1639
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 22/08/2019 17:55

PM frustra crime do "sapatinho", com sequestro de vítima e pânico

O revólver apreendido com a dupla de supostos sequestradores foi apresentado pela PM
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis PM frustra crime do

A Polícia Militar de São Pedro da União interceptou, nesta manhã de quinta-feira, 22 de agosto, uma tentativa de extorção, com sequestro consumado, contra mãe de funcionário da agência Sicoob daquela cidade. O crime, que é popularmente conhecido como "sapatinho", estampou a ousadia dos autores, mas também destacou a presteza das autoridades, que já prenderam dois homens adultos, apreenderam uma adolescente, recuperaram o revólver que possivelmente foi usado e já resgataram a refém.
A PM tomou conhecimento do delito, que já estava em andamento desde a noite de ontem, quando policiais procederam a vistoria regular à agência. Informados de que um dos trabalhadores e a mãe dele estavam sendo mantidos em poder de assaltantes, os especialistas iniciaram um trabalho de inteligência e eficácia, com vistas à elucidação do crime.
Com a ajuda de câmeras de segurança, a polícia identificou um dos supostos sequestradores, tendo deslocado até a casa dele, em bairro sampetrense, onde estava também outro rapaz, de Belo Horizonte. Abordada, a dupla inicialmente teria tentado despistar, mas no diálogo ficou ainda mais forte o indício de que os dois teriam participado do sequestro e a invasão à casa do bancário.
Na residência, durante as buscas, a polícia encontrou um revólver, calibre 38, municiado, com o qual os bandidos teriam rendido a família, em São Pedro, na noite de ontem, com o objetivo de praticar o roubo de valores na SICOOB, hoje de manhã. Com o intento frustrado, a quadrilha abandonou a refém em Belo Horizonte (o filho dela, funcinário do banco, já estava em segurança), onde ela conseguiu auxílio e acionou a polícia, tendo sido resgatada. Conforme a PM, além do dois rapazes, uma adolescente, também moradora de São Pedro, suspeita de participação no crime, foi detida junto aos dois homens adultos. As diligências continuavam até o final desta tarde, haja vista que a polícia quer agora identificar demais membros da quadrilha e prendê-los.

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]