2275
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 10/10/2019 09:52

Mulher é detida com revólver após disparo acidental durante discussão familiar

A arma seria usada, segundo a mulher, para defender a ela mesma e também sua filha, que é esposa do autor da discussão, o qual fugiu do local assim que a sogra deu um tiro contra o guarda-roupas
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Mulher é detida com revólver após disparo acidental durante discussão familiar

A Polícia Militar de Guaxupé deteve uma mulher e apreendeu revólver calibre 32 em residência da Rua Joaquim Amaral Gurgel, entre o Bairro Catetos e a área central, nesta madrugada de quinta-feira, 10 de outubro. O fato, que iniciou-se por um atrito familiar, por pouco não se transforma em lesão corporal ou até homicídio, haja vista o estado conturbado entre os três envolvidos (que são sogra, esposa e marido).
O trio encontrava-se em casa, às 5h, quando o rapaz, por motivos ignorados, iniciou uma discussão com a esposa, tendo a sogra dele pego a arma (não ficou claro a quem pertencia) para defender a ela mesma e também sua filha, de possíveis agressões. Porém, segundo consta, ao manusear o instrumento, ocorreu um disparo acidental contra o guarda-roupas, o que resultou na fuga do homem que teria começado a discussão.
No local, a polícia recolheu o revólver, que tinha uma munição intacta e outra deflagrada, e deu voz de prisão à autora do disparo. Não foi divulgado se ela permaneceu presa ou prestou depoimento à Polícia Civil para depois ser libertada, mediante eventual fiança. Ainda sobre a ocorrência, a perícia técnica da Delegacia local efetuou seus trabalhos de praxe, que desencadearão em quais circuntâncias o disparo foi efetuado.
O homem envolvido nos fatos, que deixou a casa ao ouvir o estampido do disparo feito pela sogra, não foi localizado para dar sua versão. Também não possível, ainda, obter mais detalhes a respeito da motivação da contenda e nem com relação ao comportamento familiar das pessoas que protagonizaram o caso. As investigações serão feitas agora pela Polícia Judiciária, que remeterá procedimentos ao Ministério Público, com posterior intervenção da Justiça.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]