1922
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 15/08/2017 22:21

Veto da Prefeitura impedirá construção de poliesportivo na Vila Campanha

No espaço, que habitualmente é frequentado por esportistas de todas as idades, pelo menos por enquanto não será construído o sonhado ginásio poliesportivo
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis

A Prefeitura de Guaxupé vetou, com o apoio de oito vereadores, a indicação do legislador Paulo César Beltrão, o Paulinho, que solicitou ao Município a construção de um ginásio poliesportivo na Vila Campanha, bairro onde o referido parlamentar é muito popular. O projeto, que foi apresentado pelo político via emenda aditiva na Lei de Diretrizes Orçamentárias, obteve o apoio de apenas cinco parlamentares municipais, os quais deliberaram sobre a questão nesta segunda-feira, 14 de agosto, durante a 12ª Sessão Ordinária.

Paulinho, que foi surpreendido com a negativa de sua proposição, falou com o JOGO SÉRIO após tomar conhecimento de que o poliesportivo não será construído: “Fiz a emenda pensando na juventude e foi um projeto muito detalhado, que a comunidade pediu e não o Paulinho, pois naquele setor, nada foi feito há anos para a população. Entendi que o poliesportivo seria viável a sete bairros daquelas proximidades. Agradeço aos meus quatro votos, pois partiram de quatro amigos”, desabafou o vereador.

Em defesa de Paulinho, também na sessão da Câmara desta segunda-feira, o vereador Jorge Batista Bento da Paz, (Jorginho), manifestou-se: “Minha defesa foi em prol principalmente do Legislativo, pois na justificava do Executivo, alega-se que não cabe a vereador entrar com este tipo de emendas, o que eu discordo totalmente! Nos meus mandatos anteriores, sempre apresentei emendas na Lei de Diretrizes Orçamentárias, no Orçamento Anual, no Plano Plurianual... então, o vereador não só pode como tem obrigação de entrar com este tipo de emenda”, disse Jorginho.

Por outro lado, o líder do prefeito Jarbinhas na Câmara, vereador Leonardo Donizetti Moraes (Léo), defendeu a municipalidade: “A Lei de Diretrizes é para o próximo ano e seria impossível uma obra desta para 2018, pois não temos este dinheiro. É lógico que o prefeito está analisando a possibilidade, buscando recursos e, quem sabe, tenhamos a sorte de conseguir uma verba. Já estamos entrando com uma indicação junto ao Executivo para isto, pois não pela Lei de Diretrizes, pois isto seria enganar os moradores de que lá teria um ginásio poliesportivo”, externou Léo Moraes.

O veto, proposto pela Prefeitura e acatado pela maioria da Câmara, dava conta de que a proposta de Beltrão infringia os princípios da legalidade. Mais do que isto, conforme as justificativas, a matéria em questão não consta do Orçamento e, portanto, não poderá ser concretizada. Sendo assim, os moradores da Vila Campanha, que têm no vereador Paulinho Beltrão uma possibilidade de serem ouvidos pelo poder público, terão o sonho de um ginásio poliesportivo em seu bairro no mínimo adiado.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]