799
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 25/01/2018 15:57

Vereador Francis cobra e CEMIG confirma prazo de até 720 dias para liberar o "Conquista"

Vereador atua na liberação dos dois lotes e obteve a informação de que o Monte Verde poderá ser entregue, de fato, até o final de fevereiro próximo
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Vereador Francis cobra e CEMIG confirma prazo de até 720 dias para liberar o

A diretoria da CEMIG respondeu, nesta semana, ao vereador Francis Osmar da Silva, que a instalação da energia elétrica no Residencial Conquista ocorrerá somente num prazo que pode durar até setecentos e vinte dias. Indignado, o parlamentar guaxupeano não se deu por vencido e prometeu atuar junto à Prefeitura e deputados com quem possui contato, a fim de agilizar a situação. Também preocupado com a condição dos donos das 180 casas do Residencial Monte Verde, Francis obteve a informação de que os imóveis serão liberados logo que a Copasa concluir os serviços ainda em andamento.

Francis, que é morador do Jardim Santa Cruz, tem trabalhado pela liberação dos dois residenciais: “Em meu bairro há pessoas sorteadas para o Residencial Monte Verde e que pagam aluguel, vivem em imóveis precários. Também nas imediações há pessoas contempladas com os lotes no ‘Conquista’ e que se veem impedidas de construir, pois temem não contar com a energia elétrica”, ressaltou o vereador, que ouviu do gerente de relacionamentos da CEMIG, Ernando Antunes Braga: “Para atendimento ao residencial (Conquista, com 387 lotes), será necessária uma obra de grande porte, requerendo um prazo de 720 dias, conforme a carta de comunicação da Cemig, enviada em 7/8/17, à Prefeitura”, detalhou o dirigente da estatal.

 Conforme a CEMIG, em 30 de novembro último, o prefeito de Guaxupé, Jarbas Corrêa Filho (Jarbinhas), participou de reunião com a direção daquela concessionária, quando foi dada como opção a possibilidade de contratação de empreiteira particular para agilizar o trâmite dos processos. “Primeiramente, quero opinar que é uma vergonha para a CEMIG dizer para o Município fazer o serviço que deveria ser executado por ela. Porém, em favor dos moradores, já pedi uma reunião com o prefeito para me inteirar dos fatos. Sabemos que o Estado está deixando a desejar, no que diz respeito ao repasse para os municípios. Mas, como Guaxupé está ‘nos tilhos’, vamos ver o posicionamento do governo municipal sobre isto”, disse Francis.

Ainda sobre o Residencial Monte Verde, o vereador comentou: “No Monte Verde há energia elétrica, mas falta os serviços de água e esgoto. Já oficiei a Copasa, pois toda a parte da Prefeitura está em ordem e, então, que aquela Companhia agilize seus serviços pelo bem das pessoas. Muita gente está morando em casa ruim, enfrentando dificuldades para pagar aluguel e, enfim, já conquistaram o direito de realizar, de fato, o sonho da casa própria”, concluiu o vereador, que obteve a informação de que até o final de fevereiro as casas do Monte Verde serão finalmente entregues.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]