221
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 20/02/2018 15:44

MDB força saída de Rodrigo Pacheco e partido vai apoiar Pimentel

"Não tenho dúvida de que o MDB estará com o PT. Porque essa votação é uma vitória dos membros do partido que estão junto com Pimentel. É a consagração do apoio ao governador que vai garantir uma ampliação da nossa aliança e um palanque para Pimentel", destacou Pacheco
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis MDB força saída de Rodrigo Pacheco e partido vai apoiar Pimentel

A decisão da executiva estadual do MDB de adiar para maio a definição sobre ter ou não candidatura própria nas eleições para governador neste ano enterra as pretensões de qualquer candidato do partido a entrar na disputa e praticamente garante a manutenção do apoio ao petista Fernando Pimentel. Com isso, o deputado federal Rodrigo Pacheco, apontado como principal nome do MDB para a disputa ao governo de Minas, será forçado a deixar o partido. Seu destino mais provável deverá ser o DEM, que ofereceu a legenda para que o deputado lance a sua candidatura de oposição ao PT no Estado. 

Dos 70 integrantes da instância estadual, 44 decidiram que o partido fará prévias para decidir o nome da sigla ao governo apenas no dia 1° de maio. Hoje, todos os partidos que disputarão as eleições já trabalham com os nomes de seus candidatos que, inclusive, percorrem o estado em pré-campanha.  Ao empurrar para maio a decisão, o MDB inviabiliza qualquer candidatura e sela a aliança com o PT. “Há um movimento dentro do MDB para empurrar o partido para a manutenção da aliança com o PT, contrariando a vontade das bases. Hoje, o desejo da militância é a candidatura própria e o rompimento da aliança com o PT”, diz o deputado Rodrigo Pacheco. 

Petistas comemoram

A decisão foi comemorada pelos aliados de Pimentel dentro do MDB e no próprio PT. Dentro do PT, a conclusão é a de que o MDB abandonou a ideia de lançar candidatura própria e vai garantir o apoio formal à tentativa de reeleição de Pimentel. O líder de Pimentel na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), deputado Durval Ângelo (PT), afirma que não acredita que o MDB lançará uma candidatura própria ao governo. “Não tenho dúvida de que o MDB estará com o PT. Porque essa votação é uma vitória dos membros do partido que estão junto com Pimentel. É a consagração do apoio ao governador que vai garantir uma ampliação da nossa aliança e um palanque para Pimentel”, destacou.

Minas Gerais é o estado com maior número de municípios do país: 853. E tem uma bancada com 53 deputados federais e 77 estaduais. A força de um candidato é medida pelo número de deputados que o apoia e de prefeitos que estarão nas ruas fazendo campanha. Para se ter ideia, todos os pré-candidatos já começaram a rodar o estado há mais de um ano.  Além disso, os pré-candidatos precisam pensar em estruturas de campanha. Ou seja, não se faz uma campanha três meses antes da eleição.

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]