3002
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 26/02/2018 10:37

Vereador Francis e colegas ouvem usuários do "Postinho das Orquídeas"

Francis entrevistou tanto aos responsáveis pelos pacientes quanto a equipe da Enfermagem. Demandas serão levadas à Comissão de Saúde da Câmara e para a própria Secretaria Municipal
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Vereador Francis e colegas ouvem usuários do

O vereador Francis Osmar da Silva visitou, neste dia 22 de fevereiro, a “Unidade Municipal de Saúde Orquídeas”, dedicada ao atendimento exclusivo de crianças e pré-adolescentes. Acompanhado pelos colegas Donizetti Luciano dos Santos (Zettinho) e Paulo César Beltrão (Paulinho), o parlamentar em questão entrevistou vários usuários do local, além da equipe de Enfermagem, a fim de traçar um diagnóstico a respeito do funcionamento do “postinho”.

Francis e seus pares de vereança falaram com várias pessoas, as quais aguardavam consultas de seus filhos. Entre todas, a maioria aprovou o local: “A gente sempre consegue atendimento, graças a Deus! A dra. Maria Cristina é ótima!”, afirmou a dona de casa Letlen Gonçalves, do Bairro Colmeia, que periodicamente leva o filho Davi, de 6 anos, àquela unidade. “Também não tenho queixas do local não, pois tem lugar que está tão ruim e, aqui, encontramos vagas sempre”, concordou Vinícius Teodoro, do Jardim Bela Vista.

Por outro lado, durante a visita dos vereadores, houve quem apontou a necessidade de melhorias: “Bem, quando preciso desse Postinho, tenho que vir para cá às 5 horas. Outra coisa: meu filho, de 1,5 ano, espera por exame desde agosto”, informou a dona de casa Diana, do Jardim Orminda. Para o autônomo Paulo Henrique, do Jardim Três Rosas, a unidade das crianças é muito boa, se levar em conta os problemas ocorrentes com a Saúde Pública do País: “Precisava só aumentar as especialidades, como um dermatologista. Mas, se compararmos com outras cidades, isto aqui está muito bom”, disse o rapaz.

Também indagada pelo trio de políticos, a enfermeira-chefe do “Postinho das Orquídeas”, Tatiana do Socorro Magalhães, elogiou o empenho da Secretaria de Saúde, no tocante ao amparo à unidade: “Posso afirmar que aqui nada me falta, uma vez que tudo o que peço, a Secretaria me arruma, na medida do possível. É claro que o Município não dá conta de todas as demandas, pois vivemos num período muito difícil, de falta de repasse de verbas por parte do governo estadual e outros problemas. Mas, no geral, nosso único problema é a falta de espaço físico, mas sei que já estão estudando a possibilidade de ampliação da unidade”, enfatizou a profissional.

De acordo com as informações, a Unidade de Saúde da Criança atende, diariamente, duzentas crianças, as quais são tratadas pelos médicos pediatras Paulo de Tarso, Maria Cristina Nicolau, Edvaldo Silva e Viviane Pulcinelli. “Tínhamos o dr. Jorge Tauil, um dos mais queridos pelo público, mas ele aposentou-se. E, infelizmente, há uma certa dificuldade em conseguir médicos interessados em atuar pelo SUS aqui. Aos sábados, temos também o dr. Wilson, que supre a demanda deste dia. Aos domingos, por enquanto, não estamos mais atendendo, mas em breve isto também será resolvido. Por fim, realmente os exames clínicos demoram cerca de um mês e meio, mas a população tem certa responsabilidade, uma vez que não dão, em boa parte das vezes, retorno à Saúde, para sabermos se fizeram ou não os exames”, concluiu a enfermeira.

Felizes com a realização de mais um bom serviço prestado à comunidade, Francis e seus colegas de Câmara relatarão o que ouviram dos usuários e da enfermeira-chefe à Comissão de Saúde, além da própria Secretaria Municipal: “Esse trabalho tem nos ajudado muito a atender o povo com dignidade. Fomos informados de que a TV que ficava na sala de espera ajudava na concentração das pessoas e tornava o ambiente mais tranquilo. Isto, tenho certeza, será fácil de resolver. Mas, já quanto ao espaço físico, vamos nos reunir com o Executivo e ver no que podemos ajudar, lutando junto aos deputados para conseguir recursos e, se Deus quiser, construir um local mais espaçoso”, terminou Francis, que toda semana visita uma unidade de saúde.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]