952
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 16/03/2018 17:38

Magoado com a Câmara, Cascudo aceita denúncia anônima de supostas irregularidades em licitação

Tião, que se caracterizou por envolver-se em polêmicas com políticos de diferentes setores, admitiu ter entrado com a Ação porque a Câmara, segundo ele, não teria lhe dado o apoio que precisava na ocasião da morte trágica de sua filha, em junho de 2017
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Magoado com a Câmara, Cascudo aceita denúncia anônima de supostas irregularidades em licitação

O ex-vereador Sebastião Aparecido de Jesus, que é popularmente conhecido como “Tião Cascudo”, representou contra a Câmara de Guaxupé junto ao Ministério Público, nas esferas cível e criminal. O motivo seria uma suposta irregularidade em processo licitatório para contratar empresa especializada na área de informática, com vistas ao fornecimento de sistemas integrados de gestão pública e serviços técnicos. Polêmico, Tião falou com o JOGO SÉRIO nesta tarde de sexta-feira, 16 de março, quando admitiu ter recebido uma denúncia anônima e aceitado ingressá-la na Promotoria Pública por estar magoado com o Legislativo, de onde ele esperava apoio na ocasião da morte trágica de sua filha, de 15 anos, ocorrida em junho de 2017. Ainda com relação à denúncia, o Jornal procurou o presidente do Parlamento Municipal, Danilo Martins de Oliveira, o qual alegou estar sendo vítima de perseguição, por parte de políticos contrários ao trabalho dele, de moralizar a imagem daquela Casa de Leis, que ficou extremamente desgastada por conta dos escândalos com a “Farra das Diárias”.

Tião Cascudo entrou com o processo no último dia 14, quando provocou o MP para apurar a licitação da Câmara, realizada a partir de agosto de 2017, com disputa entre as empresas BLP Sistemas e Consultoria Eireli, Diretriz Informática e E&L Produções de Software. De acordo com Cascudo, a firma vencedora, pelo menor preço (a Diretriz) foi desclassificada na fase de apresentação por não atender à demanda do cliente, no caso a Câmara Municipal. Porém, a Diretriz acionou o Legislativo e, depois, o próprio MP, sob a alegação de que a vencedora não atendia a requisitos importantes do Edital, no tocante à qualificação técnica. Contudo, a equipe avaliadora do Pregão Presencial ratificou a vitória da contratada, tendo a Diretriz iniciado a denúncia contra a Câmara. “Isto aí já faz bem tempinho já... a empresa que participou da licitação fez a denúncia, que não deu em nada. E estes dados caíram em minhas mãos, enviados anonimamente e, depois de analisar certinho, resolvi entrar com a Ação contra a Câmara para apurar a denúncia da empresa que participou da licitação. Eu vi, pelo conteúdo, que há indícios de fraude na licitação e a Câmara, que se põe tão honesta, falando em moralização, mas, quero que o Ministério Público investigue este indício de fraude”, informou Tião.

Costumeiramente autor de denúncias contra políticos, Tião diz não saber se Danilo Martins tem desafetos na vida pública, mas deixou claro que ele (Cascudo) está chateado com a Câmara: “Sobre o Danilo e o Nico, não sei desta ‘treta’ deles não. A minha mágoa com eles (com a Câmara) é que, após o acontecido com minha filha, eu cheguei na reunião , usei a tribuna e pedi apuração por parte da Comissão de Direitos Humanos, sobre o Magaiver (autor de reportagem que responsabiliza Tião pelos problemas emocionais de sua filha), por ter usado documentos sigilosos, do Conselho Tutelar, e a Câmara não apurou nada! Então, eu achei que esta Câmara merece uma investigação por não ter apurado um órgão público, como é o Conselho Tutelar, de onde vazaram aquelas informações. Foi por isto que eu entrei (com o processo)”, respondeu Tião, que não soube explicar quem teria lhe enviado a denúncia contra a Câmara.

Prejudicado por conta de atos de sua própria autoria, no que diz respeito a desavenças com políticos locais, Tião Cascudo se mostrou descrente: “Para mim, é tudo ‘farinha de um saco só’! Tanto o Nico, quanto o Danilo e outros vereadores lá! Para mim, acho que não mudou nada! O povo trocou ‘seis por meia dúzia’. Agora é com o promotor, pois em Guaxupé não acontece nada! A gente tem visto aí fora as Câmaras cassarem prefeitos por causa de mixaria, de coisinha à toa! Mas, em Guaxupé, acontece de tudo: defunto dá dinheiro para o outro e este outro não é cassado... aqui, vale de tudo! E isto aí tem que mudar, pois o Brasil está mudando e em Guaxupé nada muda. As denúncias, às vezes, são engavetadas, não são apuradas... quando apura-se, não dá nada para o denunciado”, esbravejou Tião.

 

DENUNCIOU ATÉ A PROMOTORIA

Na entrevista ao JS, Tião Cascudo chegou a afirmar que o Ministério Público em Guaxupé não apura os fatos como deveria: “Inclusive, eu já fiz uma denúncia contra os promotores na Procuradoria, há um mês, denunciei o dr. Cláudio e o dr. Alexandre exatamente por causa disto: apura-se e não dá nada. Gostaria até de aproveitar a oportunidade do Jornal e pedir um corregedor em Guaxupé para que levante todas as denúncias feitas contra as administrações públicas e a Câmara, que estão ‘engavetadas’ ou que não deram em nada. Que ‘desengavete’ isto aí e que ande! Condene seja quem for: seja eu, o Nico, o Danilo ou quem for. Errou, meu filho, é o peso da lei! Ninguém está acima da lei. E, pelo que vejo em Guaxupé, tem muita gente acima da lei”, finalizou Cascudo.

 

O QUE DIZ DANILO MARTINS

O presidente da Câmara Municipal, que foi controlador interno da Câmara por vários anos, até se candidatar pela primeira vez e eleger-se vereador (hoje, presidente do Legislativo), rebateu às denúncias feitas contra ele. “Não me surpreendeu essa denúncia, ainda mais do cidadão ‘Tião Cascudo’, que já é conhecido por todos. Eu fico apenas chateado com alguns ‘órgãos de imprensa’, que tentam polemizar esses feitos do Tião, sem ouvir também a Câmara. Já me acostumei com boatos de internet: já fui acusado de fazer ‘farra de diárias’, de ter ganhado viagem pra Dubai, e agora o Tião tenta a licitação, que já foi chancelada pelo Tribunal de Contas”, continuou o presidente: “A verdade é que algumas pessoas gostam é de politicagem, de tirar vantagem da Câmara e do povo. Elas podem espernear o quanto for, comigo não tem mais isso”, conclui Danilo.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]