306
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 04/06/2018 14:20

Vereador convoca autoridades para tratar da "crise do lixo" em Guaxupé

Paralisada há um semana, por descumprimento da empresa vencedora da licitação, a coleta de lixo está comprometida, com montanhas de detritos em praticamente toda a cidade
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Vereador convoca autoridades para tratar da

O vereador Jorge Batista Bento da Paz conduzirá uma reunião na Câmara Municipal de Guaxupé nesta segunda-feira, 4 de junho, a fim de debater o problema da coleta de lixo e da limpeza pública do Município. Prejudicado por conta do descumprimento de acordo, por parte da Macchione, vencedora da licitação e que deveria iniciar o trabalho na cidade no último dia 27, o serviço em questão está sendo feito precariamente pela Prefeitura. No entanto, a ação emergencial não tem sido suficiente para atender à demanda, o que resulta no acúmulo de detritos por praticamente toda a cidade.

Jorginho, que preside a Comissão do Meio Ambiente da Câmara, fez a solicitação ao presidente Danilo Martins de Oliveira, o qual deferiu o pedido da sessão às 19h de hoje, com convites a membros da política local, da comunidade, em geral, representantes de entidades de classes, assim como instituições públicas e privadas. “Solicitei, por ofício, ao Prefeito, que envie um representante da Prefeitura para a reunião, assim como também enviei ofício ao senhor Afonso Macchione Neto, proprietário da empresa Macchione, que também é prefeito de Catanduva, para tratarmos dos desdobramentos da licitação 04/2017, referente à prestação dos serviços de limpeza urbana em Guaxupé”, informou Jorginho.

Pressionado por cidadãos em redes sociais e pessoalmente, Jorginho chamou a atenção para uma ‘crise do lixo urbano’, instaurada no Município em meio às comemorações pelo aniversário de Guaxupé: “É triste ver nossa cidade tão suja, ainda mais no período de comemorações de seu aniversário. Tanto a Prefeitura como a empresa vencedora da licitação devem explicações aos vereadores e principalmente à população, com o objetivo comum de resolver definitivamente a questão o mais rápido possível”, frisou o vereador.

 

O que houve?

Conforme o Jornal JOGO SÉRIO já noticiou, a Macchione, vencedora da licitação para limpeza pública e coleta de lixo em Guaxupé, não deu conta de iniciar seus trabalhos no Município, embora tenha assinado contrato com a Prefeitura. A paralisação dos serviços aconteceu há uma semana, quando a direção da nova terceirizada atribuiu o problema à greve dos caminhoneiros. Entretanto, a Prefeitura constatou que a firma não havia sequer endereço fixo compatível, nem funcionários aptos e sequer maquinários e veículos para o início das atividades. Em tom emergencial, a Secretaria de Obras passou a coletar os detritos residenciais e industriais, enquanto seu setor jurídico tenta quebrar o contrato com a Macchione, que substituiria a Constroeste (que ficou em 2º lugar na licitação e pode, caso haja dispositivo legal, ser recontratada pela Prefeitura).

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]