735
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 12/06/2018 10:55

Atual presidente da Câmara rebate ataques de perfil falso na internet

Danilo Martins acionou a polícia para investigar os ataques e estampou nomes de políticos locais como suspeitos de armar contra o atual dirigente
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Atual presidente da Câmara rebate ataques de  perfil falso na internet

O presidente da Câmara Municipal de Guaxupé, Danilo Martins de Oliveira, repudiou o ataque sofrido durante o fim de semana, pelo Facebook, onde um perfil falso, denominado “Izildinha Silva”, utilizou foto oficial do referido vereador para postar pesadas ofensas contra a pessoa dele (que foi denunciado pela Promotoria junto a outros servidores, por viagens feitas com recursos públicos, entre 2013 e 16). Visivelmente abatido por conta do transtorno gerado na família e entre os amigos, o político em questão usou a Tribuna para repudiar o ato, prestou esclarecimentos sobre o processo em trâmite e destacou nomes de pessoas públicas, supostamente envolvidas numa eventual armação contra ele. Mais uma vítima dos chamados “fakes”, o dirigente do Legislativo local divulgou as providências já tomadas junto à polícia e o Poder Judiciário.

Danilo Martins utilizou o Pequeno Expediente da 9ª Sessão Ordinária da Câmara, realizada nesta segunda-feira, 11 de junho. Didático, ele leu, na íntegra, o conteúdo do “post” ofensivo, que dizia: “Guaxupé da vergonha! Presidente da Câmara Municipal é desmascarado pelo promotor e considerado o “campeão da Farra das Diárias”. A máscara da honestidade do presidente foi retirada depois da juíza aceitar a denúncia e, aí, pedir abertura de outro processo para outro promotor, do Ministério Público!!! Por onde anda a super “honestidade”, presidente? Para quem não conhece o presidente, está aí, na foto, o campeão da “Farra das Diárias 2”. O presidente leu, ainda, comentários feitos por internautas, com teor de condenação e achincalhamentos: “O Daniel Ribeiro do Vale, candidato a vice-prefeito na última eleição, postou: ‘Aprendeu junto com o Miguel e o Nico!’. O Miguel está morto e ele era meu amigo! A publicação já me condena, coloca a minha foto, enquanto as viagens de todos os servidores da Câmara estão sendo investigadas. Isto, por que? Porque o alvo da covardia sou eu e os servidores, talvez, estejam pagando por isto”, desabafou Danilo, que emocionou-se ao mencionar a crueldade dos comentários.

A respeito das viagens feitas enquanto controlador da Câmara, na última legislatura, e nesta, quando dirige o Parlamento local, Danilo disse: “Como servidor da Câmara, viajei para participar de encontros técnicos do Tribunal de Contas, cujas capacitações eram extremamente indispensáveis para o exercício de minha função! Viajei para a implantação da Escola do Legislativo de Guaxupé, para participar de cursos de formação de coordenadores do Parlamento Jovem, condição indispensável para a implantação do projeto no Município! Eu não tenho uma viagem sequer que tenha sido realizada com outra finalidade, a não ser a capacitação para o exercício das minhas funções, enquanto controlador da Casa. Como presidente da Câmara, viajei e trouxe R$ 2 milhões para a Ponte do Taboão; viajei e trouxe mais R$ 100 mil para o Posto de Saúde Pio Damião; viajei e trouxe mais R$ 200 mil para compra de materiais para a Saúde; viajei para me capacitar, para participar de encontros do Tribunal de Contas do Estado! São atribuições pertinentes ao cargo de gestor da Câmara Municipal. Eu tenho documentos para comprovar tudo isto e trato este assunto com a maior naturalidade”, detalhou o presidente.

 

Ex-vereador envolvido...

Danilo Martins estampou o desapontamento com o ex-vereador João Paulo Calicchio Ferraz, administrador do grupo “O Espaço é Todo Seu”, onde a postagem de “Izildinha” foi feita e compartilhada pelo próprio ex-legislador (também processado pela Farra das Diárias, em 2012). “Denunciei a publicação falsa ao dono da página, cujo único administrador é o ex-vereador João Paulo Calicchio Ferraz. Eu denunciei e a publicação não foi retirada do ar! Como se não bastasse, eu recebi inúmeros prints de compartilhamentos do mesmo ex-vereador, em grupos de whats app, pela cidade. Repassar uma notícia mentirosa é tão crime quanto criar esta notícia! Já registrei boletim de ocorrência, incluí todos os comentários ofensivos e os compartilhamentos em Cartório. Quem o fez, não corra para apagar o comentário e nem o compartilhamento; corra para procurar um advogado! Todos, sem exceção, serão acionados judicialmente. Me dói dizer que processarei mais de quarenta pessoas, mas a pessoa precisa saber que a internet não pode ser uma ‘terra sem leis’. Todos responderão por ter acabado com o fim de semana de minha família, de ter tirado nosso sono e, enfim, publiquei um vídeo detalhado na minha página e peço que assistam, pois ouvindo a outra versão, as pessoas poderão fazer a opção de acreditar ou não em mim”, finalizou Danilo.

 

Câmara solidária!!!

Ao final do discurso de Danilo Martins, colegas seus manifestaram-se: “Quero registrar meu repúdio por ter sido citado o nome do ex-vereador Miguel Stamponi, como fez o ex-vereador Batista Borah, que usou o nome de uma pessoa que não está aqui para se defender. Foi uma atitude covarde usar o nome de um falecido para se defender”, criticou Léo, que aproveitou a ocasião para criticar declarações do ex-vereador, João Batista Teixeira & Silva (Borah), dadas à Justiça, para se livrar da condenação por conta da “Farra das Diárias”. “O que houve, na gestão passada, foram viagens em que todos têm certificados, lista de presença e documentos anexados nesta Casa. Não deixamos de prestar nenhum esclarecimento à Justiça. E, agora, no novo caso, está sendo ainda analisado e tenho a certeza de que será provado o contrário. Para mim, este tipo de usuário online são a perdição do mundo”, participou Luzia Angelini Silva, reeleita para a atual gestão, mas que também foi processada pelas viagens entre 2013 e 16. “Estão levando muito para o lado financeiro, de nossos salários, e isto gera muita confusão na cabeça das pessoas. Todos nós estamos trabalhando sério, embora tenhamos dificuldades, às vezes, para solucionar problemas da população. Mas, atitudes iguais a esta doem muito! Que o povo procure saber, ao certo, quem você é, Danilo, e quem somos todos nós, da Câmara”, disse Paulo César Beltrão. “É uma covardia usar falsos perfis para falar mal da Câmara. Chamo a atenção, agora, para nossos eleitores, sobre o nível destas pessoas, que são ex-vereadores, ex-candidatos e que jogam dúvidas para o cidadão, manchando a imagem de quem está aqui. Então, prestem atenção a estas pessoas, pois se fazem isto, até atrás de mentiras, o que farão se chegarem ao poder?”, complementou dra. Salma Regina Gallate. “No caso do Danilo, veja o desgaste que gerou! Na minha opinião, acho que a pessoa que deseja falar algo aos vereadores devem vir aqui, na Tribuna, pois falar pelas redes sociais só trará processos. As pessoas, por trás dos compartilhamentos, queriam estar aqui, em nosso lugar, mas infelizmente não conseguiram! Nós não estamos aqui por sorte não! Foi trabalho, dedicação, a gente larga nossa vida pessoal para trabalhar por você, cidadão de Guaxupé”, frisou Francis Osmar da Silva. Além deles, Maria José Cyrino Marcelino, Jorge Batista Bento da Paz (Jorginho), Wilson Ruiz de Oliveira (Tomate), João Fernando de Souza e Ari Cardoso posicionaram-se contrários aos “fakes”.

 

A polêmica herdada pela “Câmara anterior”

Sobre o processo aberto para investigar as viagens dos servidores públicos entre 2013 e 16, o Ministério Público ingressou com ação e o Judiciário acolheu o procedimento, com vistas a investigar o conteúdo das diárias pagas aos funcionários, que realizaram viagens a Belo Horizonte e outros locais, a fim de se capacitarem. Conforme o Jornal JOGO SÉRIO divulgou anteriormente, o atual presidente da Câmara, Danilo Martins, e outros doze servidores públicos, apresentarão suas defesas, a fim de justificarem as viagens. Vale lembrar que, da última legislatura, apenas João Fernando não foi processado, enquanto os demais legisladores protagonizaram uma das maiores vergonhas para a história política do Município. Conhecido nacionalmente como a “Farra das Diárias”, os políticos daquele mandato foram sumariamente desprestigiados pela população, tendo apenas Luzia Angelini (que pertencia ao grupo em questão) sido reeleita. Dos outros, não venceram a eleição Durvalino Gôngora de Jesus (Nico), Miguel Antônio Stamponi (falecido recentemente), Clayon Augusto Roberto Ferreira, João Paulo Calicchio Ferraz (João da Saúde), Nesmar Aparecida Guerini Brazão, Eurico Guedes da Silva (Tilico), Edson Kilian Bitencourt (Sargento, hoje no quadro pessoal a Prefeitura), Mauro Gil Freire Carvalho Rodrigues (que fez uma delação premiada sobre o caso), Odilon dos Anjos Couto (Blaqueador), João Batista Teixeira & Silva (Borah, que declarou ter feito o que fez por influência do então presidente, Miguel Stamponi), e Maria Aparecida Discini Sandroni (Cida). - Luzia Angelini, também processada, conseguiu se reeleger – Já João Fernando de Souza, por outro lado, foi o único vereador contra o qual o Ministério Público nada encontrou de irregular (vale lembrar que MP não contestou os valores, mas sim a alteração na lei e o conteúdo de boa parte dos cursos realizados).

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]