1170
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 25/07/2018 13:38

Vereador Francis denuncia desperdício de dinheiro público no canteiro de obras abandonado da ETE

Francis Osmar: "O "Brasil que eu quero" não é este não, com várias obras paradas! Olhe estas ferragens, pelas informações que obtive, de que só aqui tem R$ 106 mil, mas o material não vai mais servir para nada!"
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis

O vereador Francis Osmar da Silva denunciou, nesta semana, o desperdício de dinheiro público no canteiro de obras da Estação de Tratamento de Esgoto, que já deveria ter sido construída, conforme o contrato firmado pela Prefeitura de Guaxupé com a Artec, empreiteira responsável pelos serviços, e a Copasa, que administrará a usina. Revoltado com o que viu, o parlamentar municipal acionará os órgãos competentes, a fim de responsabilizar aos culpados pela perda de materiais e recursos que já deveriam, na verdade, estar sendo usados para o bem coletivo.

Francis esteve na ETE na tarde desta sexta-feira, 20 de julho, quando se assustou com o que viu: “A gente fica revoltado, com um sentimento de impotência e tristeza, pois a gente vê que ‘o Brasil que eu quero’ não é este não, com várias obras paradas! Olhe estas ferragens, pelas informações que obtive, de que só aqui tem R$ 106 mil, mas o material não vai mais servir para nada! Então, vejo o descaso e penso que já passou da hora deste contrato ser rasgado, a população ser ressarcida e uma nova licitação ser feita pela conclusão desta ETE! Estes tanques já eram para estar tratando o esgoto que sai da casa da população, a qual paga já 50% na conta d’água, mas não tem o esgoto tratado! Então, peço às autoridades competentes que rasguem este contrato para que a ETE de Guaxupé comece, de fato, a funcionar, pois é por isto o que a população de Guaxupé clama”, posicionou-se Francis.

Ciente de que o problema se “arrasta” desde 2013, quando foi assinada a Ordem de Serviços para o início das obras, Francis destacou: “Percorri todo o canteiro de obras e, com sinceridade, me dá tristeza de ver que nosso dinheiro foi investido aqui. Mas, aqui onde? Não tem nada pronto, está tudo abandonado, tudo largado! Quero falar, então, para a população de Guaxupé que, enquanto eu for vereador, não descansarei até a gente resolver esta questão da ETE. Eu sei o quanto você, assim como eu, está sendo ‘ceifado’, pois paga hoje uma taxa de 50% e, com a usina pronta, ela será de R$ 100%! Enfim, o vereador Francis vai trabalhar até o final para que esta polêmica seja solucionada pelo bem social”, concluiu o vereador, que oficiará o Ministério Público, a Prefeitura e as comissões de Meio Ambiente, Serviços e Obras Públicas, Comércio, Industrial e Desenvolvimento, Defesa dos Direitos do Consumidor e Contribuinte da Câmara Municipal de Guaxupé.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]