334
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 14/08/2018 12:10

Vereador Francis trabalha pelo reinício da construção da usina de esgoto e da luz elétrica no Residencial Conquista

Vereador tem sido criticado por lideranças pela forma independente com que legisla. Porém, deixa claro que seu objetivo é trabalhar pelo bem coletivo e não para interesses isolados
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Vereador Francis trabalha pelo reinício da construção da usina de esgoto e da luz elétrica no Residencial Conquista

O vereador Francis Osmar da Silva usou a Tribuna da Câmara nesta segunda-feira, 13 de agosto, durante a primeira parte da 12ª Sessão Ordinária da Câmara de Guaxupé. Preocupado com a paralização das obras da Estação de Tratamento de Esgoto, ele discursou sobre suas ações em Belo Horizonte, na semana passada, onde buscou forças políticas e técnicas para que a cidade tenha seu esgoto tratado. Ciente de que trata-se de um problema grave, mas que não depende só de si, Francis conclamou o apoio de todo o Legislativo, haja vista as cobranças da população, que em meio a isto tudo paga 50% a mais na conta d’água, pela coleta e o transporte dos detritos esgotais. Defensor principalmente das classes menos favorecidas, Francis também chamou a atenção para seu trabalho, novamente na capital mineira, com vistas à instalação da energia elétrica para o Residencial Conquista, onde moradores sofrem muito sem o referido benefício.

“Em Belo Horizonte, onde participei de reuniões com dirigentes da Copasa e da Cemig, assim como deputados de minha base política, busquei soluções para os problemas da falta de esgoto tratado e luz no Residencial Conquista. Não é de hoje que as famílias locais reclamam por pagar mais na conta d’água pela coleta e o transporte dos detritos, mas elas gostariam, na verdade, de ter sua usina em pleno funcionamento. Sim, pois desta forma a qualidade de vida do cidadão aumentaria, a possibilidade da instalação de multinacionais aqui cresceria e, enfim, o dinheiro investido pelo povo seria, de fato, bem utilizado”, observou Francis, que criticou a morosidade do avanço das obras, praticamente abandonadas”, disse o vereador, que convidou aos demais vereadores para unirem-se a ele: “Chamo a atenção desta Câmara Municipal para a necessidade de todos os vereadores unirem-se em torno principalmente desta questão da falta de esgoto tratado, pois todos sabem que trata-se de um caso grave, com uma obra milionária paralisada há meses, já com quase R$ 10 milhões investidos e, até agora, nada de nossa Estação de Tratamento de Esgoto”.

Ciente de que sua postura independente, à frente da política guaxupeana, tem incomodado lideranças locais, Francis enfatizou: “Politicamente isto tem gerado desgaste, mas friso que meu trabalho é única e exclusivamente voltado ao bem coletivo. Não quero me cobrir de méritos se amanhã Guaxupé conseguir seu esgoto tratado e o dinheiro empregado com dignidade. Quero o bem para minha família, para a família de todos que estão aqui e principalmente daqueles que moram em bairros como o meu, da periferia”, esclareceu o vereador, que terminou suas explanações: “Enfim, agradeço a Deus pela oportunidade de representar população dentro do Poder Legislativo, me coloco à disposição e cada um de meus pares, vereadores, para juntarmos cada vez mais as forças e buscarmos solução para o problema da ETE, junto aos órgãos responsáveis em Guaxupé, no Estado e até na União, já que a usina está sendo edificada com recursos do governo federal, via FUNASA”, concluiu Francis.  

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]