231
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 13/09/2019 11:05

Conferência de Assistência Social em Guaxupé lembra os papéis do Estado, das organizações e dos cidadãos

O secretário Artur discursa no evento, observado por dr. Marco Aurélio, do jurídico da Prefeitura, e Claudinei Vítor, do Desenvolvimento Social do Município
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Conferência de Assistência Social em Guaxupé lembra os papéis do Estado, das organizações e dos cidadãos

Começou nesta manhã de sexta-feira, 13 de setembro, a "8ª Conferência Municipal de Assistência Social de Guaxupé". Organizada pelo CMAS, o evento acontece no CRAS, que é mantido pela Secretaria de Desenvolvimento Social local. Até o final da tarde de hoje, especialistas, representantes de entidades assistidas pela Prefeitura e cidadãos, em geral, terão fomentado a criação de políticas públicas fundamentais à sociedade.
A abertura, conduzida por Marco Aurélio da Silva Batista, do setor jurídico da municipalidade, foi abrilhantada pela apresentação musical dos artistas Camila & Daniel, da Igreja Evangélica Servindo as Nações. Depois, foi apresentada uma mesa diretora com o secretário municipal de Desenvolvimento Social, Claudinei Vítor, além da presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Gilvânia Aparecida da Silva, e as representantes do SUAS: Valdirene Henrique Muniz, Ester Mesquita Trevisan e Karen Fernanda da Silva Araújo.
Cada qual a sua maneira, os membros da Mesa discursaram sobre os obejtivos do evento. Claudinei, por exemplo, destacou o tema sugerido para a Conferência deste ano: ""Direito do povo, com financiamento público e participação social". Este é nosso lema e é por meio dele que desenvolvemos políticas públicas", disse o secretário, que defende a substituição do assistencialismo pelo fortalecimento estrutural das famílias e organizações.

Poder público e terceiro setor
Ainda antes dos trabalhos, propriamente dito, o secretário municipal de Governo e Planejamento, Artur Fernandes Gonçalves Filho, fez um pronunciamento sobre a importância do trabalho conjunto entre o poder público e as entidades do terceiro setor. "Não queremos mais servir cestas básicas, leite e dar outros benefícios neste aspecto. Nosso objetivo é criar políticas públicas eficazes para que nenhum cidadão tenha que pedir cestas, pois ele terá condições de sustentar sua família com dignidade", disse Artur, cujas palavras foram muito aplaudidas pelos presentes.
Já sobre a Conferência, após a parte solene, os presentes assistem nesta manhã a uma palestra, com o assessor técnico da Secretaria Estadual de Assistência Social, Tiago Henrique de Souza. Depois, participam de debates sobre eixos temáticos, com vistas à coleta de propostas e a elaboração de projetos, que posteriormente serão votados para se transformarem em leis. "Haverá, depois, as conferências estadual e federal, onde nossas propostas, se aprovadas, se tornarão leis funcionais", explicou a presidente do Conselho Municipal, Gilvânia. - VEJA, posteriormente, outras informações sobre a "8ª Conferência Municipal de Assistência Social de Guaxupé".

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]