3271
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 09/06/2020 11:18

Vereador Beltrão critica os decretos de Quarentena em Guaxupé

No entendimento de Paulinho (e), seria preciso mais coerência por parte das pessoas que confecionam os decretos municipais preventivos à transmissão do vírus
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Vereador Beltrão critica os decretos de Quarentena em Guaxupé

O vereador Paulo César Beltrão criticou, nesta noite de segunda-feira, 8 de junho, as autoridades políticas, médicas e sanitárias responsáveis pelas elaborações dos decretos municipais nºs 2.224, editado dia 29 de maio último, e 2.227, publicado neste dia 5, ambos com medidas preventivas ao Novo Coronavírus. De acordo com o legislador, que informou estar falando em nome de todos os seus pares de Câmara, é preciso ter mais coerência na confecção das leis, as quais, no entendimento de Paulinho, estão prejudicando a vida econômica de Guaxupé.
Beltrão fez seu discurso no início da 9ª Sessão, quando argumentou: "Vou falar umas coisas meio críticas, mas construtivas, sobre estes dois decretos. Não têm coerência muitas coisas que estão nos decretos. O "toque de recolher", por exemplo: numa cidade pequena igual a nossa, não vejo quase ninguém nas ruas após às 20 horas... só quem trabalha mesmo! Vimos até um vídeo de uma pessoa falando que é inconstitucional. E também sobre as lojas abrirem um dia sim e outro não. Não tem lógica!", relcamou o vereador, que se referiu à determinação que não está mais em vigor.
De acordo com Paulinho, cidades próximas seguem ao "Protocolo Minas Consciente", do governo estadual, e mantêm seus comércios abertos: "Entrei em contato com o major Afrânio, que me passou sobre a reabertura da Feira lá, por meio do "Programa Minas Consciente", que é o mesmo daqui. Então, não vejo motivo para os feirantes e nem os donos de bares serem impedidos! Os bares têm movimento só após às 18 horas. Não tem lógica um trabalhador ir a um bar tomar uma cerveja ou um refrigerante às 17 horas. Os donos de bares estão todos quebrando, principalmente os que pagam aluguel!".

 

"Nem tanta calamidade assim..."
Segundo o vereador Paulinho, a situação da COVID-19 em Guaxupé, onde há trinta e cinco casos confirmados, encontra-se controlada. Sendo assim, em seu entendimento, os decretos municipais poderiam ser mais flexíveis do que o que têm sido: "Acho que quando for fazer um Decreto, que passe ao menos por uma comissão! O Léo, que nos representa lá também, pode passar o que está sendo feito. Guaxupé, hoje, tem 35 casos, o que não representa assim tanta calamidade! Poços de Caldas, Varginha e Alfenas têm mais casos do que aqui! A situação está difícil para os donos do bar, que podem funcionar com álcool em gel, máscara e tudo o mais. A população, nas ruas, cobra é dos vereadores e não de quem faz os decretos! Então, eu gostaria que quem faz os decretos analisasse melhor daqui pra frente, tá? Tem cara de bar, com trinta anos de bar, que está fechando as portas! Isto é muito ruim para o Município! Então, em nome de todos os vereadores, peço que quando for elaborar (o Decreto), que valorize a parte humana, a parte do trabalhador. Quando acabar a "panha" de café, gente, haverá muito desemprego em nossa região", finalizou Beltrão. - Ainda sobre este tema, veja outros artigos logo mais, no www.jornaljogoserio.com.br. CLIQUE AQUI e veja a íntegra do discurso de Paulinho na 9ª Sessão Ordinária da Câmara de Guaxupé.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: jornaljogoserio@gmail.com / ojogoserio@yahoo.com.br.