3005
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Aline - Data: 28/06/2016 14:40

Coluna Jogo saudável: Gota: Você sabe como evitar? E como tratar?

Os sinais de gota são quase sempre agudos, podendo ocorrer de repente, principalmente à noite, e sem nenhum aviso, geralmente após um dia de alimentação rica em gordura e uso abusivo de álcool
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Coluna Jogo saudável: Gota: Você sabe como evitar? E como tratar?

Gota é um tipo de artrite que ocorre quando o ácido úrico se acumula no sangue e causa inflamação nas articulações.

É causada pela presença de níveis mais altos do que o normal de ácido úrico na corrente sanguínea. Isso pode ocorrer se o corpo produzir ácido úrico em excesso ou se o tiver dificuldade de eliminar o ácido úrico produzido.

Quando essa substância se acumula no líquido que fica ao redor das articulações (líquido sinovial), são formados cristais de ácido úrico. Esses cristais causam inchaço e inflamação nas articulações. A causa exata da gota, no entanto, é desconhecida.

Há muitos anos atrás na Roma antiga a gota estava muito relacionada à alimentação farta e não havia medicamentos que reduzissem as quantidades de ácido úrico no organismo, há registros de gota em grandes nomes da História - como Alexandre, o Grande, Henrique VIII, Carlos Magno, Voltaire, Leonardo Da Vinci, Charles Darwin e Isaac Newton. Também por isso que a gota foi, durante muitos anos, associada ao pecado capital da gula.

Os sinais de gota são quase sempre agudos, podendo ocorrer de repente, principalmente à noite, e sem nenhum aviso, geralmente após um dia de alimentação rica em gordura e uso abusivo de álcool. Os sinais e sintomas são: Dor intensa nas articulações dos pés, tornozelos, joelhos, mãos e pulsos. Essa dor é geralmente mais forte nas primeiras 12 a 24 horas.

Após o pico de dor, deve restar um certo desconforto nas articulações, que pode durar alguns dias e, em alguns casos, até mesmo algumas semanas. Inflamações e vermelhidão na região das articulações afetadas, com presença de suor. Depois do primeiro ataque de gota, as pessoas não apresentam sintomas. Metade dos pacientes sofre outro ataque. Algumas pessoas podem desenvolver gota crônica. Aqueles que sofrem de inflamação crônica desenvolvem lesões e perda de movimento das articulações. Nesses casos, o paciente apresenta dor nas articulações e outros sintomas a maior parte do tempo. Outro sintoma de gota são os caroços sob a pele ao redor das articulações ou em outros lugares. Geralmente, os caroços se desenvolvem em pacientes que convivem por muitos anos com a doença. O diagnóstico geralmente é feito pelo médico reumatologista, após a realização de alguns exames específicos. O tratamento prescrito pelos médicos é medicamentoso com o uso de antiinflamatórios e corticoides, estes medicamentos que provavelmente também ajudaram na redução dos níveis de ácido úrico. Os recursos fisioterapêuticos se tornam extremamente importantes para a manutenção e ganhos das condições musculares e neurais. Estruturas que vão ajudar na estabilização articular reduzindo consequentemente a sobrecarga articular e o processo inflamatório. Tudo isso terá importantes resultados se o paciente tiver uma dieta balanceada e a baixa ingestão de álcool. Com o mínimo sintoma procure um reumatologista, e aos pacientes que já possuem a doença diagnosticada, procure um fisioterapeuta.

Prof. Ms. Luiz Henrique Gomes Santos

Doutorando em Fisioterapia - Lab. de Eletrotermofototerapia - UFSCAR
Coordenador do curso de Fisioterapia – UNIFEG

Supervisor de estágio em Fisioterapia em Ortopedia e Traumatologia do UNIFEG
Delegado do CREFITO-4 na mesorregião de Guaxupé-MG

 

Prof. Dr. Saulo Nani Leite

Doutor em Ciências pela USP/RP

Aprimoramento em Ortopedia e Traumatologia pelo HCFMRP-USP

Docente do curso de Fisioterapia do UNIFEG

Supervisor de estágio em Fisioterapia em Ortopedia e Traumatologia do UNIFEG

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]