9599
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Waddy - Data: 06/09/2016 13:31

Qual a relação de dor no pescoço com a falta ou excesso de exercícios físicos?

A dor no pescoço, geralmente é causada por atividades que fazem movimentos repetitivos ou má postura
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Qual a relação de dor no pescoço com a falta ou excesso de exercícios físicos?

Na maioria dos casos de dor no ombro e no pescoço, a causa é o acúmulo de tensões do dia a dia. Os músculos da região cervical não apenas ajudam na respiração, mas também ajudam na sustentação da cabeça e na movimentação dos ombros e braços. Eles têm tantas funções que podem levar a uma sobrecarga com estresse e tensão do cotidiano.

A dor no pescoço, geralmente é causada por atividades que fazem movimentos repetitivos ou má postura.  Mas em alguns casos, pode ser que seja mais grave. Se a dor vier junto com dormência e formigamento, perda de força nos braços ou mãos e dor no peito, é recomendado que procure assistência médica.

Algumas causas de dor no pescoço são: Artrite, Lesões, ficar um longo tempo com a cabeça inclinada para frente ou para trás em atividades como leitura de livros, usar o computador, assistir TV ou ainda como usar smartphones, onde os danos podem se estender à sua coluna, dormir de barriga para baixo com o pescoço torcido, dormir com um travesseiro muito alto, estresse (a tensão pode aparecer em outros músculos).

Todas estas condições são muito comuns e é sabido que quanto mais tempo a pessoa passar sem fazer qualquer tipo de atividade física (como caminhada, corrida, musculação, natação, entre outras), o corpo para a não produzir substâncias que são fundamentais para proporcionar relaxamento e bem estar. Portanto a ausência de atividade física proporciona dor no pescoço. Sabemos também que a prática de musculação e/ou atividades como corrida e caminhada de forma desordenada, pode provocar lesões importantes por excesso de tensão nos músculos respiratórios ou que relacionam o ombro a coluna cervical (pescoço). Estas dores oriundas de tensionamentos musculares podem provocar dor irradiada para os ombros e dores de cabeça agudas. Grande parte da população faz uso de medicamentos para tratar a dor de cabeça, e se esta dor estiver relacionada a tensionamento muscular, o medicamento só pode agravar a sua saúde, pois pode gerar efeitos colaterais e não vai ajudar na causa do problema. Portanto, para a prática de exercícios, sempre faça com orientação profissional e se você já apresenta dor no pescoço, procure o quanto antes fisioterapeuta especializado. O tratamento é eficaz e rápido quando o paciente não aguarda por longos períodos, e lembre-se, automedicação não condiz com tratamentos eficientes.




Prof. Ms. Luiz Henrique Gomes Santos

Diretor clínico do Instituto sulmineiro de cabeça e pescoço – ISCP

Coordenador do curso de Fisioterapia – UNIFEG

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: jornaljogoserio@gmail.com / ojogoserio@yahoo.com.br.