4417
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 20/10/2016 17:21

Pacientes protestam por mais vagas na ortopedia pública de Guaxupé

A imprensa foi solicitada para que os insatisfeitos externassem suas reclamações
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Pacientes protestam por mais vagas na ortopedia pública de Guaxupé

Pacientes do Centro de Diagnósticos Pio Damião, em Guaxupé, protestaram nesta tarde de quinta-feira, 20 de outubro, contra uma eventual falta de vagas para consultas médicas para a área de Ortopedia. Insatisfeitos com as tentativas frustradas por encaixes, os usuários do Sistema Único de Saúde externaram o problema à imprensa, chamada ao local para registrar ao incômodo. Na Prefeitura, porém, declarações dão conta de que o Município tem se esforçado, mas esbarra na falta de recursos e os cortes por parte dos governantes estadual e federal.

“Aqui, no Postinho, a gente vem tentar encaixe; a gente tem que ficar quase a semana inteira tentando encaixe, com dor, resultado de exame e ultrasson na mão para passar com o médico e, toda vez que chega no Posto, não tem encaixe, não tem vaga para ser atendido! Eu estou achando isto um absurdo, pois não estou aguentando mais de dor e chega aqui nunca tem atendimento? Nunca o médico pode atender?”, desabafou a dona de casa Rosemeire Rezende, um tanto quanto indignada.

Problema lamentavelmente comum, a reclamação de pacientes foram, desta vez, além da falta de vaga: “A minha situação... já passei pela dra. Marilene, no Postinho da Vila Campanha, onde fui muito bem atendida; ela me encaminhou ao ortopedista, estou tentando desde segunda-feira e não consigo vaga. Você chega aqui e eles falam que não tem! E tem um senhorzinho sentado ali dentro, que está com o rosto todo machucado, pois levou um tombo e não consegue! É um senhor de idade, todo machucado, e não consegue vaga! Espero mais médicos, melhor atendimento e, inclusive, da parte dos atendentes, mais educação para com a gente. Tem gente aqui que foi maltratada, pois gritaram com eles!”, reclamou a cidadã Ana Paula Bózio, também bastante exaltada.

 

O QUE DIZ A PREFEITURA:

A secretária de Saúde, Elina Jurema Costa, que recebeu a reportagem do JOGO SÉRIO em seu gabinete, explicou: “Vamos só esclarecer uma coisa: foram duas pacientes que ligaram e não foi o atendimento do Pio Damião, mas sim dois encaixes que queriam para a ortopedia. Nós temos dois ortopedistas que atendem a consultas eletivas, que são agendadas. O encaixe só é feito porque tem algumas pessoas que ainda não tem esta responsabilidade e faltam à consulta. Você, para não perder a consulta, coloca mais um paciente. Mas, na realidade, não deveria nem ter, pois quem está com urgência e emergência, a Prefeitura mantém uma parceria com a Santa Casa, onde paga o Pronto Socorro para atender às pessoas. Então, se você está com uma urgência, não vai para o encaixe e sim para o PS para ser atendido. Saiu, não é caso de PS, é eletivo. Então, você aguarda o seu agendamento. Agora, muitas vezes também as pessoas v ao até a unidade de saúde sabendo o número de consultas que o médico tem e, assim mesmo, vão tentar o encaixe. Vai tentar o encaixe, se você for ao médico particular será a mesma coisa: você vai chegar lá, ficará aguardando e muitas vezes a atendente liga para você ir, pois está sobrando uma consulta. Para nós, seria muito melhor fazer isto; seria mais confortável para as pessoas. Você deixa seu nome lá e a gente liga... e eu gostaria de deixar muito claro também que mesmo não sendo urgência e emergência, nenhuma pessoa deixa de passar por nossa triagem; nossos auxiliares têm capacidade e competência para acolher a estas pessoas e fazer uma triagem:o que é ou não uma necessidade maior, dentro dos encaixes. Então, quer dizer, não está tendo dificuldade em marcar a consulta! Nós temo um calendário e dois médicos, um que atende todos os dias 24 consultas no período da tarde e outro que atende às segundas, terças, quartas e sextas 35 consultas de manhã. Este é o calendário que a gente tem, a gente respeita e ele não faltam também! Quando faltam, eles compensam no outro dia e eles avisam antes, para que avisemos aos pacientes com antecedência também. São 35 do dr. Roberto e 24 do dr. José Felipe, o que totaliza 59 consultas/dia. A Agência Nacional de Saúde prevê que o médico faça 16 consultas a cada quatro horas. Quem é especialista, tem alguns horários de hospital, como o dr. Roberto, que opera muito, atende em outra cidade... então, a gente combinou com ele que dobra as consultas, sendo que atende 35 consultas. O dr. José Felipe vai todos os dias, de segunda à sexta, com 24 consultas. Estamos estudando para ver, mas afirmar qualquer coisa hoje, acho que a televisão está de acordo comigo, é muito temerário. Eu falar que vou contratar mais um ortopedista? Não posso fazer isto! Eu posso, sim, estudar meu Orçamento do ano que vem, ver se os governos federal e estadual vêm cumprir uma parte, que não estão cumprindo, para poder estudar e contratar mais um ortopedista. Por exemplo, durante o ano conseguimos praticamente dobrar as consultas de oftalmologia, mas por que? Porque tínhamos uma reserva orçamentária. Agora, não sei se terei isto para o ano que vem! De acordo com os repasses e, de acordo com o que o Município tem hoje, a gente dá conta de pagar isto!”, finalizou a secretária.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]