5118
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 10/11/2016 10:59

FIQUE ATENTO!! Diferença entre Tatuagem por Amálgama e Melanoma

Sempre que houver dúvida, a biópsia é a conduta adequada para a obtenção do diagnóstico definitivo
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis FIQUE ATENTO!! Diferença entre Tatuagem por Amálgama e Melanoma
  1. A) TATUAGEM POR AMÁLGAMA

Aquelas restaurações “pretinhas” que foram feitas a muito tempo no "Postinho" de Saúde, ou num colega dentista mais antigo. São chamadas de Restaurações de Amálgama.

Hoje em dia, quase não se faz mais esse tipo de restauração. Estas foram substituídas por restaurações estéticas, feitas com resinas acrílicas ou porcelanas.

O amálgama de prata é um tipo de liga metálica utilizada em odontologia. A composição desta liga inclui prata, estanho, cobre e zinco, triturados em partes iguais por peso de mercúrio.

A Tatuagem por Amálgama, nada mais é, que uma mancha provocada por partículas deste amálgama no interior da mucosa.

Essa introdução pode ocorrer no momento de inclusão do material na cavidade durante a confecção da restauração. Pode ocorrer também, durante uma extração dentária, onde um pequeno fragmento deste material acaba caindo dentro do alvéolo (loja óssea).

Clinicamente apresentam-se com áreas de coloração azulada ou acinzentada na mucosa bucal, geralmente na gengiva.

A remoção de tatuagens por amálgama não é necessária. 
Exceto por motivos estéticos, ou quando, em raros casos, elas produzirem reações liquenoides.

Sempre que houver dúvida, a biópsia é a conduta adequada para a obtenção do diagnóstico definitivo.

É importante, diante do diagnóstico de tatuagem por amálgama, a exclusão de outras patologias.
Não é necessário tratamento. No caso de envolvimento estético ou psíquico, a remoção cirúrgica pode ser feita.

  1. B) MELANOMA

Neoplasia maligna rara, extremamente agressiva, originada pela proliferação anormal de melanócitos.

Maior ocorrência em áreas de pele expostas ao sol.
Ocorre também em áreas protegidas do sol (olhos, boca e órgãos internos).

Fatores de Risco: 
- Cabelos loiros ou ruivos;
- História familiar de melanoma;
- Susceptibilidade a queimaduras solares;
- Olhos claros;
- Presença de grande número de nevos;
- Exposição excessiva ao sol.

MELANOMA BUCAL - (quando ocorre na boca):
- Clinicamente pode-se confundir com Tatuagem por Amálgama;
- Ocorrência rara;
- Mais comum em homens e faixa etária superior aos 40 anos;
- Quando o diagnóstico é feito precoce a CURA é de 100%;
- Se não tratado precocemente é um dos tipos mais letais de câncer.

Em caso de dúvidas procure-nos.

Kelsen Yedo Odontologia 
Periodontista (Especialista em Gengivas)
(35) 3552-6603

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]