4101
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 28/06/2018 17:58

Homem morre em Guaxupé pelo vírus da gripe H1N1

Alto escalão da Prefeitura divulgou um "mutirão de vacina" para este sábado, mas apenas gestantes, idosos e crianças até 5 anos receberão as doses
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Homem morre em Guaxupé pelo vírus da gripe H1N1

A Prefeitura de Guaxupé divulgou, nesta tarde de quinta-feira, 28 de junho, a morte de um homem adulto, no Município, por conta da gripe H1N1. Internado no Hospital local desde a semana passada, o cidadão foi a óbito nesta manhã, no mesmo dia em que a Vigilância Epidemiológica recebeu o resultado do exame dele, que deu positivo para o vírus. A notícia, conforme entrevista coletiva da Prefeitura, resultou na mobilização da Saúde Pública, que montará plantão neste sábado, 30, para vacinar pessoas do chamado "grupo de risco", as quais ainda não foram imunizadas.
A divulgação sobre a morte do guaxupeano foi feita pelo secretário de governo e planejamento, Artur Fernandes Gonçalves Fillho, em companhia da secretária de Saúde, Elina Jurema Costa, e as coordenadoras da Vigilância Epidemiológica, Andréia Coelho e Daniela Targino: "Tivemos um caso confirmado e o paciente foi a óbito nesta madrugada. O material foi coletado há uma semana, hoje saiu o resultado e, infelzimente, junto veio a notícia do óbito desta pessoa", comunicou Artur, que obviamente não divulgou a identidade da vítima.
Evidentemente preocupado com a possibilidade de uma epidemia, o poder público municipal fará plantão na "Saúde da Criança", no PSF do Parque dos Municípios II e no Jardim Aviação, das 8h às 15 horas. Isto, para alcançar a meta de vacinação de três grupos de risco: "O objtivo é informar a população de que há ainda grupos de risco para ser vacinados. São 40% de crianças de 6 meses a 5 anos; 29% de gestantes; e 20% de idosos", informou Andréia, que comentou, por outro lado, que a Prefeitura de Guaxupé cumpriu todas as etapas da campanha de vacinação, encerrada no último dia 22 de maio.

SEM PÂNICO
Apesar da notícia do óbito do cidadão adulto, a Saúde Pública de Guaxupé garante que não há motivo para "corre-corre" às unidades que estarão de plantão: "Só será vacinado quem pertencer ao grupo de risco. Quem estiver fora não receberá a vacina, pois existe um público prioritário onde a meta ainda não foi atingida. Por isto, este chamado para estas pessoas. Não é o caso de se criar um pânico, pois, na verdade, não há vacinas suficientes para as pessoas fora destes três grupos de risco", enfatizou Artur.
A H1N1, embora transmita medo à sociedade em função de suas consequências, é um dos vários vírus da gripe: "A gripe é uma doença que está "circulando" pelo País todo e, por isto, existe a vacina, que é composta por três tipos de vírus, que são Influenza A, H3N2 e o Influenza B. São eles responsáveis pelo maior índice de casos e óbitos", informou a enfermeira Andréia, que acrescentou: "A vacina é distribuída anualmente, sendo que sua eficácia é de doze meses. Enfim, todo mundo está exposto à gripe, que pode se agravar, no caso desta H1N1, sendo de suma importância a vacinação", completou ela.

Mais de 50 mortes
Ainda no coletiva da Prefeitura, a Vigilâcia Epidemiológica divulgou o número de óbitos no Estado: "Com relação ao histórico, até a "semana epidemiológica", que vai até o dia 18 (o ano é dividido em 52 semana, com notificações regulares), no Estado de Minas foram notificados 800 casos de síndrome respiratória aguda grave, dos quais 57 pessoas foram a óbito, o que em uma representatividade grande", admitiu Andréia.

Prevenção
A vacina contra o vírus H1N1é o método mais eficaz para imunizar as pessoas contra a gripe. Entretanto, a Vigilância Epidemiológica de Guaxupé chama a atenção à prevenção: "A transmissão é igual a qualquer gripe! Para as pessoas que não receberam a dose, deve-se dizer que é importante a lavagem de mãos após manipular objetos, pegar dinheiro e utilizar as mãos, pois é por elas, na maioria das vezes, que se pega a gripe", detalhou Andréia. - CLIQUE AQUI e veja a íntegra da coletiva na Prefeitura sobre o óbito de guaxupeano por H1N1.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]