842
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 12/09/2018 09:47

Guaxupeano na fila da cirurgia de hérnia pede ajuda para amenizar a gravidade de sua situação

Valdemar Antônio, de 56 anos: "Tem dias que até choro de dor. Já fiz todos os exames, mas até agora nada! Não posso trabalhar, minha família está sendo gravemente atingida e estou desesperado"
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Guaxupeano na fila da cirurgia de hérnia pede ajuda para amenizar a gravidade de sua situação

O lavrador Valdemar Antônio da Silva, de 56 anos, enfrenta dificuldades financeiras em casa em função de uma hérnia inguinal na virilha direita, cujo problema somente poderá ser resolvido por meio de cirurgia. Porém, a Prefeitura de Guaxupé, via Sistema Único de Saúde, alega falta de condições para realizar o procedimento neste instante, em virtude da carência de recursos. O cidadão, enquanto isto, convive com diferentes tipos de incômodos, a começar pelas fortes dores, que se misturam à impossibilidade de trabalho e, consequentemente, a desestruturação no sustento familiar.

“Demá”, como é conhecido, aguarda há meses pela cirurgia: “Estou na fila de espera desde junho! Agora é que estou conseguindo encaminhamentos no INSS, pois até agora minha família está passando ‘aperto’, comigo doente, sem poder trabalhar e essa cirurgia que não sai nunca”, desabafou ele, que é morador da Vila Magalhães. “Já procurei amparo até no Judiciário, pois quando se chega no ponto em que estou, o desespero toma conta. Tem dias que até choro de dor! E choro também pela falta de condições de trabalho, que atinge diretamente a família”, completa o rapaz.

Já com exames e laudos em mãos, “Demá” apelou ao JOGO SÉRIO, que entrou em contato com a Saúde Pública, onde a direção da referida pasta reconheceu a demora e as razões do paciente. Porém, o poder público alegou ainda não ter condições de realizar a cirurgia, haja vista a falta de recursos e a dificuldade de acordo com a Santa Casa, onde o valor pago pelo Estado para o procedimento seria irrisório, perante às despesas da operação. Contudo, o governo municipal aguarda a viabilização de um recurso, programado para ocorrer após o período eleitoral, a fim de realizar mais uma etapa de “mutirão de cirurgias”.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: [email protected] / [email protected]