255
Páginas Visualizadas Hoje

Autor: Carlos Alberto - Data: 10/06/2021 18:01

Empreiteira abandona obras públicas em Guaxupé e operários procuram amparo na Prefeitura

Operários e fornecedores reuniram-se com integrantes do governo municipal nesta quinta, 10, para tentarem amparo e resolverem a situação
Facebook Twitter LinkedIn Google+ Addthis Empreiteira abandona obras públicas em Guaxupé e operários procuram amparo na Prefeitura

Funcionários e fornecedores da Tangram Construtora e Incorporadora, de Poços de Caldas, revoltaram-se com a empresa nesta manhã de quinta-feira, 10 de junho, por conta do abandono das obras que executavam até esses dias para a Prefeitura de Guaxupé. Preocupados com o atraso salarial e a falta de informações sobre os devidos acertos trabalhistas, eles foram recebidos hoje na sede do Executivo, onde participaram de uma reunião com o representante da firma e membros da municipalidade.
Os trabalhadores (e um representante de empresa com a qual a empreiteira contraiu dívidas) manifestaram a revolta pela falta de esclarecimentos por parte da direção da empresa: "Simplemente, abandonaram todas as obras, ontem nos fizeram assinar aviso-prévio, mas nosso pagamento não caiu e ninguém fala quando ocorrerá! Tenho filhos, meu aluguel venceu e estou desesperado. Igual a mim, estão dezenas de pessoas que "ralaram" nas obras. Eu, por exemplo, nunca faltei ao trabalho e, agora, é isso que recebo em troca?", indagou o funcionário Maique Filho.
Na reunião, inicialmente, o secretário de Governo e Planejamento, Rodrigo Borges (que ocupa também o cargo de vice-prefeito) e os gestores Rafael Olinto (Administração) e Elaine Ricciardi (Finanças), entre outros, ouviram as reivindicações. Depois, contataram o consultor técnico da Tangram, Ricardo Iannibelli (que estava hospedado em Guaxupé), a fim de acertar a situação dos trabalhadores e dos comerciantes para os quais a empreiteira encontra-se inadimplente. "A empresa está atrasada em praticamente todas as obras. Por isso, a lei não permite que a Prefeitura repasse valores a ela. No entanto, ela encerra agora, fará a última medição, receberá por isso e, conforme foi declarado aqui pelo Ricardo, pagará as pendências", informou Rodrigo.
Ainda na audiência, foi esclarecido que a Tangram teve problema com sua Certidão Negativa de Débito, o que tornou ainda mais complicado o repasse de recursos do poder público: "Foi um problema ocorrido ainda em 2020, o qual já sanamos e a qualquer momento teremos a CND para que as notas sejam pagas e honremos nossos compromissos. Aproveito a presença de todo esse pessoal para deixar claro que a Tangram não vai fugir de ninguém não! Infelizmente, o desequilíbrio econômico financeiro dos contratos nos prejudicou", enfatizou Ricardo.

Amparo emergencial da Prefeitura
Apiedado com as situações dos trabalhadores, Rodrigo Borges autorizou a liberação de uma cesta de alimentos a cada um dos funcionários. Na reunião, durante o desenrolar, ele contou também com as presenças dos secretários Márcio Nunes (de Segurança Pública), Emmanuel Ribeiro do Valle (Obras) e Renata Valéria Rocha (Desenvolvimento social). Cada qual dentro de sua pasta, todos enfatizaram a importância das obras para o Município, mas deixaram clara a insatisfação com a instabilidade da Tangram, que compromete, com a desistência, o andamento dos serviços e deixa os operários inseguros: "É desejo do Dr. Heber que o 2º colocado do processo seletivo mantenha os mesmos funcionários, pois estará ajudando a população de Guaxupé", finalizou Rodrigo.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.







Quem Somos

Redação: R. Dr. Joaquim Libânio, nº 532 - Centro - Guaxupé / MG.
TELs.: (35) 3551-2904 / 8884-6778.
Email: jornaljogoserio@gmail.com / ojogoserio@yahoo.com.br.